Magda Cotrofe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Magda Cotrofe
Nome completo Magda Cotrofe
Nascimento 18 de janeiro de 1963 (51 anos)
Bandeira campos dos goytacazes.jpg Campos dos Goytacazes, RJ
Nacionalidade Brasil Brasileira
Ocupação modelo e atriz
IMDb: (inglês)

Magda Cotrofe (Campos dos Goytacazes, 18 de janeiro de 1963) é uma atriz e ex-modelo brasileira.[1] [2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1983, Magda candidatou-se no Miss Rio de Janeiro, porém foi derrotada.[3] Depois de um curso de manequim, surgiram vários trabalhos,[4] ficou conhecida pela semelhança física com a modelo Luiza Brunet,[5] devido seu rosto quadrado e cabelos castanhos compridos, combinados com os olhos levemente amendoados, fato que contribuiu para seu sucesso na carreira.[6]

Uma das maiores musas da década de 80,[7] Magda foi a precursora do biquíni fio-dental, era frequentadora dos grandes bailes de carnaval do Rio de Janeiro. Desfilou por diversas escolas de samba: União da Ilha, Tradição, Unidos da Tijuca, Leão de Nova Iguaçu, entre outras. Seu talento e beleza a tornaram conhecida nacionalmente, realizando desfiles e campanhas publicitárias, como da Du Loren e da grife Dijon,[8] foi capa das revistas Nova, Manchete, Cláudia e Fatos e Fotos. Realizou ensaios sensuais para revistas masculinas, como Ele Ela,[9] em novembro de 1983, foi também a primeira mulher que saiu na capa da Playboy por três anos seguidos, em maio de 1985, dezembro de 1986 e outubro de 1987,[10] [11] onde fez um striptease de noiva, por coincidência, o ensaio chegou às bancas na mesma época de seu primeiro casamento.

Como atriz, atuou no humorístico Viva o Gordo, contracenando com o desajeitado Rochinha, personagem interpretado por Jô Soares, conhecido pelo bordão "É o meu jeitinho...",[12] no cinema participou do filme Solidão, uma Linda História de Amor, como namorada do Pelé. Apresentou o programa Rio Mulher na Rede OM. No teatro, esteve no elenco da comédia romântica O fruto proibido.[13]

La Cotrofe teve incontáveis aparições na televisão, participou como convidada de alguns programas populares de auditório de Gugu Liberato no SBT e Gilberto Barros na Rede Bandeirantes. Em 1987, chegou a ser finalista do Troféu Imprensa de "melhor modelo", no único ano em que a categoria foi incluída no tradicional prêmio da TV.

Magda ainda viaja pelo país fazendo alguns desfiles e presenças vips, manteve um curso de modelo e manequim no Rio,[14] como produtora de moda, atuou na Ki-Tanga, comercializando biquínis e maiôs e abriu uma confecção de roupas para ginástica. É designer de joias com sua marca MC Cotrofe. Cursou jornalismo, atualmente conta sua história e acontecimentos de seu dia a dia em um blog e no Facebook, ela diz que sente falta dos holofotes e aceitaria posar nua outra vez.[15] [16]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Aos 14 anos, foi professora de patinação artística.[17] Estudante de educação física, teve que parar a faculdade por causa dos compromissos profissionais. Mesmo assim, adquiriu muita cultura viajando por vários países.[18]

Casou em 5 de outubro de 1987 com o corretor de seguros e empresário Roberval dos Santos Magalhães.[19] Em 4 de julho de 1989, nasceu Thalita, sua primeira filha.[20] Em 1993, foi mãe pela segunda vez, do menino Thiago, fruto da mesma relação, que durou dez anos.

Colocou prótese de silicone nos seios e é praticante de ginástica, spinning e musculação. Em 3 de setembro de 2010, se casou com o ex-personal trainer e atual investidor financeiro Sergio Ferrari, oficializando uma união de dez anos, o casal se conheceu em uma festa à fantasia.[21] [22] [23]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • A Menina e o Vento
  • A Bela Adormecida
  • 2007 - O Fruto Proibido .... Olívia

Referências

  1. Magda Cotrofe confere maratona de desfiles Babado. (16 de julho de 2001).
  2. Magda Cotrofe Isto é Gente 58. (11 de setembro de 2000).
  3. BARREIROS, Edmundo; SÓ, Pedro. 1985, O Ano em que o Brasil Recomeçou. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005. pág.49 ISBN 850001847-X
  4. Revista Flashback, Edição especial 80 Mulheres dos Anos 80. Editora Abril, 2005. pág. 61
  5. Magda Cotrofe caminha na praia do Leblon Ego. (5 de fevereiro de 2010).
  6. Magda Cotrofe, de mulher cobiçada a designer de joias Virgulando Neon. (23 de março de 2009).
  7. Playboy antes do Photoshop A Tribuna. (7 de março de 2010).
  8. ALZER, Luiz André; CLAUDINO, Mariana. Almanaque Anos 80. Rio de Janeiro: Ediouro, 2004. pág.45 ISBN 850001532-2
  9. Reportagens: Magda Cotrofe Ele Ela..
  10. O Destino de 10 Musas do Carnaval Terra..
  11. Veja, Edição 1009, pág.46. Editora Abril, 1968-, semanal. 6 de janeiro de 1988
  12. XAVIER, Ricardo (Rixa); BRAUNE, Bia. Almanaque da TV. Rio de Janeiro: Ediouro, 2007. pág. 207 ISBN 850002070-4
  13. “O Fruto Proibido” estréia no Teatro Trianon Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes. (14 de outubro de 2007).
  14. Magda Cotrofe faz Desfile de Moda Renasce - Rede Nacional de Shopping Centers..
  15. DUARTE, Marcelo (22 de fevereiro de 2010). Por onde anda Magda Cotrofe? Guia dos Curiosos..
  16. Magda Cotrofe: 'Sinto falta do assédio' Jornal Extra. (24 de fevereiro de 2010).
  17. Veja, edição 876, pág.72. Editora Abril, 1968-, semanal. 19 de junho de 1985
  18. Na minissérie 'Queridos amigos', Karina (Mayana Neiva) expõe o preconceito vivido por modelos de sua geração O Globo - Revista da TV. (20 de março de 2008).
  19. Veja, edição 997, pág.80. Editora Abril, 1968-, semanal. 14 de outubro de 1987
  20. Veja, edição 1087, pág.95. Editora Abril, 1968-, semanal. 12 de julho de 1989
  21. Magda Cotrofe inova em casamento e oferece Santo Antônio para as solteiras Ego. (4 de setembro de 2010).
  22. Magda Cotrofe: O tempo me fez bem Contigo. (31 de agosto de 2010).
  23. Magda Cotrofe, que lançou o biquíni fio dental, toparia posar nua novamente Ego. (31 de julho de 2010).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]