Mago Shazam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Shazam
Adventures of Captain Marvel (1941 serial) 13.jpg

O Mago Shazam, interpretado pelo ator Nigel De Brulier aparece em seriado de 1941, ao lado do protagonista Tom Tyler
Dados da publicação
Publicado por Fawcett Comics
DC Comics
Primeira aparição Whiz Comics #2 (Fevereiro de 1940)
Criado por C. C. Beck
Bill Parker
Características do personagem
Alter ego Jebediah of Canaan
Espécie Humano
Afiliações Família Marvel
Esquadrão da Justiça
Ocupação Feiticeiro
Base de operações Pedra da Eternidade
Situação presente Falecido
Causa Foi assassinado pelo Espectro, que sem hospedeiro é influenciado por Eclipso a travar uma série de batalhas contra os seres mágicos do universo.
Personagem de Capitão Marvel
Codinomes conhecidos O Campeão
Habilidades Ele detêm os poderes mágicos que lhe dão força sobre-humana, velocidade, resistência, coragem e invulnerabilidade;
Mestre em magia e misticismo;
Telepatia
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Shazam é um personagem de quadrinhos fictício, sendo publicado originalmente pela Fawcett Comics, e depois adquirido pela DC Comics. Ele é conhecido por ser mediador dos poderes do Capitão Marvel.

Origem[editar | editar código-fonte]

Em World's Finest Comics #262 (abril/maio de 1980), é revelada a origem do mago. Era um jovem pastor de Canaã há 5000 anos que, devido a um pacto com deuses agora esquecidos, ganhou incríveis poderes ao pronunciar a palavra "VLAREM", uma anagrama da palavra "MARVEL":

  • Resistência de Marzosh
  • Velocidade de Arel
  • Poder de Ribalvei
  • Força de Voldar
  • Coragem de Elbiam
  • Sabedoria de Lumian

Usando estes poderes, ele passou a ser conhecido nas terras mesopotâmicas como o herói chamado O Campeão.

Pedra da Eternidade[editar | editar código-fonte]

A Pedra da Eternidade é um local fictício dentro do Universo DC, situado aparentemente no centro do tempo e do espaço. Trata-se do local que serviu como quartel-general para o Mago Shazam, e actualmente, para Capitão Marvel. A Pedra é uma grande caverna, no centro dos tempos e dimensões, onde jaz o trono de Shazam, o Historama (espécie de TV que pode mostrar o passado, presente e futuro) e as estátuas que encerram os sete inimigos mortais do homem.

Por voar ao redor da Pedra, os membros da Família Marvel podiam atingir qualquer tempo e dimensão. A Pedra foi criada na época dos cananeus pelo Mago Shazam, quando este usava seu alter-ego de O Campeão. Combinando dois grandes rochedos, um do Céu e outro do Inferno, Campeão criou a Pedra para prender o demónio-dragão de três cabeças conhecido como as Três faces do mal.

Durante o Dia de Vingança foi destruída pelo Espectro sobre Gotham City, libertando os pecados e outros males [1] . Mais tarde, o Capitão Marvel, a equipe Pacto das Sombras e alguns outros super-heróis foram capazes de a restaurar [2] .

Detalhes adicionais[editar | editar código-fonte]

Em The Power of Shazam, escrita por Jerry Ordway, foi descrito que em algum ponto do tempo, Shazam foi seduzido por uma demonia em forma de mulher, dando origem aos dois meio-demônios, Satanus e Blaze. Algum tempo depois, o Campeão teve que confrontar as Três Faces do Mal, uma espécie de demônio dragão, e só conseguiu derrota-lo com a ajuda de suas divindades. Unindo uma pedra do Céu e outra do Inferno, ele prendeu as três faces, originando a Pedra da eternidade. Voldar, Lumian, Arel, Ribalvei, Elbiam e Marzosh, no entanto, decretaram que ele deveria agora procurar um sucessor.

Adão Negro[editar | editar código-fonte]

Adão Negro era originalmente Thet-Adam, filho do Faraó Ramsés II no antigo Egito, que tornou-se o Poderoso Adam, o primeiro sucessor do Mago SHAZAM, que serviu ao príncipe Quéops no antigo Egito (Quéops sendo a encarnação original do Gavião Negro). Depois, Thet-Adam enlouqueceu e queria abusar de seu poder. Como punição o mago Shazam pôs sua essencia de poder num escaravelho feito de jóias. Isto fez com que Adam retomasse sua idade real de centenas de anos, o que o matou instantaneamente.

Fawcett City[editar | editar código-fonte]

Na época da Segunda Guerra Mundial, o Mago Shazam chegou a Fawcett City, seguindo os rastros de maldade de sua filha Blaze. Neste ponto de tempo, cogitou em tomar um novo sucessor, mas desistiu, visto a grande quatidade de heróis ativos em Fawcett neste tempo: Íbis, o invencível, Bulletman, Spy Smasher, Minute-Man. Em 1955, um bandido acerta Shazam com uma barra de ferro, causando-lhe amnésia.

Capitão Marvel[editar | editar código-fonte]

No tempo presente, Adão Negro reencarnou como Theo Adam, e junto com Charles Clarence Batson e sua esposa Marylin, encontrou a tumba do mago Shazam em Abu-Simbel, o Vale dos Reis. Relembrando fatos de sua encarnação passada, Theo Adam matou C.C. Batson e Marylin para ficar com o escaravelho descoberto na escavação, deixando órfão a Billy Batson, que se tornaria o segundo campeão do Mago SHAZAM, Capitão Marvel. Quando Billy se tornou Capitão, seu primeiro feito foi salvar a Rádio WHIZ duma explosão armada por Theo Adam. Entrementes, Theo Adam, de posse do escaravelho, exclamou "Shazam" e se tornou novamente Adão Negro, relembrando sua vida passada totalmente. Em embate com o Capitão, foi derrotado, e voltou a ser Theo Adam. Shazam o puniu fazendo-o ficar mudo, de modo que não poderia se transformar de novo.

A Morte[editar | editar código-fonte]

Durante a saga Crise Infinita o Mago perece em batalha ao enfrentar o Espectro, que sem hospedeiro é influenciado por Eclipso a travar um série de batalhas contra os seres mágicos do universo. Assim, Billy Batson assume definitivamente seu lugar na Pedra da Eternidade.

Em outros meios[editar | editar código-fonte]

Em 1941, foi feita a adaptação para o cinema das aventuras do Capitão Marvel, com aparição do Mago Shazan

Referências

  1. Day of Vengeance (Dia de Vingança) #6 (novembro de 2005)
  2. Infinite Crisis: Day of Vengeance Special (Crise Infinita: Dia de Vingança especial) (Março de 2006)
Ícone de esboço Este artigo sobre Banda desenhada da DC Comics é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.