Maguzawa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

Maguzawa são o povo Hausa que ainda aderem a alguns princípios das religiões tradicionais pré-islâmicas de Kano e Katsina, cidades no Norte da Nigéria. A maior parte dos cidadãos são encontrados nas zonas rurais próximas de Kano e Katsina. Eles são conhecidos por terem marcas visuais semelhantes aos primeiros nativos que governaram Kano e Katsina sob a linhagem Kutumbawa. Em termos de cultura, existem apenas duas grandes diferenças entre Hausas muçulmanos e o Maguzawa: a religião e a organização social.

Sociedade[editar | editar código-fonte]

A agricultura era a principal ocupação dos Maguzawas, enquanto o pastoreio de gado foi deixado aos Fulanis. Durante a estação seca, quando a atividade agrícola é baixa, os homens são envolvidos no tingimento, na metalurgia e na cestaria.

As mulheres Maguzawa eram conhecidas por mostrar uma posição independente na atividade econômica, em contraste com uma cultura harém, importada e presente em muitas outras famílias. Muitas esposas e escravas se dedicam ao comércio e utilizam os seus lucros para comprar roupas para si mesmas e para os seus filhos.

Em termos de uma organização sóciopolítica, a maior parte das comunidades Maguzawa são compostas por unidades dispersas e, como os Hausa, são conduzidos por um Sarkin, quem é em grande parte da linhagem Fulani.

No entanto, comunidades predominante Maguzawa tenham três líderes culturais patrilineares. O Sarkin Noma, que é o chefe da exploração agrícola, o Sarkin Arna, conhecido como o cabeça dos pagãos e o Sarkin Dawa, o chefe do arbusto. Os dois últimos chefes ou Sarkins compartilham o poder igual. O Sarkin Arna normalmente é dado aos melhores bebedores de cerveja na comunidade, enquanto o defunto Sakin Dawa é ao melhor caçador na comunidade.

Religião[editar | editar código-fonte]

A religião Maguzawa gira em torno de um número infinito de espíritos ou gênios em Hausa. Existem cerca de 3,000 espíritos na religião. No entanto, a dominância do Islão diluída na região tem a original significação dos espíritos como uma imposição islâmica canon.

Seis grandes espíritos[editar | editar código-fonte]

Nome Relacionamentos Características Doença causada por
Sarkin Aljan Marido de May'iyali Um espírito negro; rei de todos os espíritos Cefaleias
May'iyali "possessor de uma família" Esposa de Sarkin 'Aljan Tem um grande pano para transportar crianças Não
Waziri "vizir" Vizir de Sarkin 'Aljan Distribui os presentes de Sarkin 'Aljan entre a população Não
Babban Maza "grande entre os homens Marido de Inna Utiliza um pilão Perda do sentimento
Manzo "mensageiro" Filho de Babban Maza Um cão peludo que devora sentimentos Perda do sentimento
Bagiro Filho de Babban Maza; Devora sentimento Perda do sentimento

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Greenberg, Joseph Harold. A influência do Islão na religião sudanesa, 1915