Maine Coon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Março de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Maine Coon
RoryJJay.jpg
País de Origem
 Estados Unidos
Padrão da Raça (ligações externas)
AACE, CFA, ACFA, TICA, CCA,
ACF, GCCF, FIFe

O Maine Coon é a raça de gato nativo estadunidense de pêlo longo mais antiga, além de ser a maior de todas as raças de gato. Foi reconhecida como raça oficial [1] no estado norte-americano do Maine, onde era famoso pela sua capacidade de caçar ratos e tolerar climas rigorosos. Também é conhecido como "o gigante gentil"[2] .

8 de Maio é conhecido como o Dia Internacional dos Maine Coons. Esta data foi escolhida após uma votação em um Grupo do facebook chamado A dream called Maine Coon, vários gatis e apreciadores da raça foram responsáveis por escolher a data, 8 simbolizando o infinito e Maio(May) que lembra o som da palavra Maine.

Origem[editar | editar código-fonte]

Embora as origens exatas do Maine Coon e data de apresentação para os Estados Unidos sejam desconhecidas, muitas teorias foram propostas. No final do século 19, sua existência ficou ameaçada quando raças de pêlo longo do exterior foram introduzidas no início do século 20. O Maine Coon, desde então, retornou e é agora uma das raças de gatos mais populares do mundo.

Nos séculos 16 e 17, gatos domésticos trazidos da Europa confrontaram os invernos severos da Nova Inglaterra[3] onde, por seleção natural, apenas os gatos mais fortes e adaptáveis sobreviveram. Desta forma, o Maine Coon desenvolveu-se um gato grande e rústico, com uma pelagem grossa e resistente a água, bem com uma constituição forte.

A origem da raça e seu nome tem várias, por vezes fantásticas, histórias explicativas. Uma delas conta que um gato doméstico solto nas florestas do Maine cruzou-se com um guaxinim,[3] resultando em uma ninhada com as características do Maine Coon. Apesar de isto ser biologicamente impossível, esta história, alimentada pela cauda cheia e a coloração similar a do guaxinim, pode ter levado a adoção do nome 'Maine Coon'. Outra história é o gato ter ganho tal nome em homenagem a um capitão de navio chamado Coon que teria sido o responsável pela chegada do mesmo ao litoral do Maine.

Apesar de tais histórias, a maioria dos criadores hoje em dia acredita que a raça tenha se originado em cruzamentos entre gatos de pelo curto nativos e europeus de pelo longo, provavelmente Angorás.

Comportamento[editar | editar código-fonte]

O Maine Coon é extremamente dócil, meigo e companheiro, dando-se bem com outros gatos e outros animais de estimação, como o cão. É um gato de fácil adaptação, e essencialmente muito amigável. Carente de cuidados e atenção, necessita sempre de companhia. Seu miado é um dos mais curiosos, por ser semelhante a um grilo.

Características Físicas[editar | editar código-fonte]

Maine Coons são uma das maiores raças de gato doméstico. Os machos pesam de 6 a 11 kg com fêmeas pesando de 4,5 a 6,8 kg. A altura de adultos pode variar entre 25 e 41 cm e atingir um comprimento de até 100 cm, incluindo a cauda, que por sua vez atinge um comprimento de 36 cm e é longa, afunilada e com muito pêlo, quase semelhante a uma cauda de guaxinim. O corpo é sólido e musculoso, é necessário para suportar seu próprio peso, e o peito é amplo. Maine Coons possuem uma forma do corpo retangular e demoram a amadurecer fisicamente; seu tamanho total potencial normalmente não é alcançado até que eles tenham de três a cinco anos de idade, enquanto outros gatos levam cerca de apenas um ano.

Originalmente um gato de trabalho, o Maine Coon é resistente, rústico, capaz de suportar fortes condições climáticas. Seu pêlo é macio e seu corpo muito bem proporcionado, de aparência retangular e balanceada, sem partes exageradas em tamanho. É musculoso, de tamanho médio para grande. As fêmeas geralmente são menores que os machos.

Os olhos são grandes e expressivos de cor verde ou dourada, além de possuir uma pelagem densa. O padrão mais comum de cores é o marrom (Castanho em Portugal), com marcações do tipo Tabby, mas a raça é reconhecida em todas as cores, com exceção de chocolate, lavanda, pontilhado e o padrão siamês. Com a cabeça grande, mas pequena para o tamanho do corpo, orelhas para cima cheias de pêlos, corpo comprido e cauda ereta, proporcional ao tamanho do corpo.

A pelagem é macia e sedosa, embora a textura possa variar de acordo com a cor. O comprimento é curto sobre a cabeça e ombros, e mais longo na região do estômago e nas laterais. Alguns gatos tem uma juba de leão em torno do pescoço. A pelagem é sujeita a variações sazonais, com a pele sendo mais espessa durante o inverno e mais finos durante o verão. Maine Coons, devido ao seu grande tamanho, têm garras maiores que as outras raças.

Saúde[editar | editar código-fonte]

O tempo de vida médio do Maine Coon é de 12 anos e meio. É geralmente uma raça saudável e resistente e se adaptam para sobreviver. A ameaça mais grave é a cardiomiopatia hipertrófica felina (CMH), a doença cardíaca mais comum observada em gatos, seja de raça pura ou não. Em Maine Coons, pensa-se que pode ser herdada de forma hereditária. HCM é uma doença progressiva e pode resultar em insuficiência cardíaca, paralisia das patas traseiras devido a embolização de coágulos originária no coração, e morte súbita. De todos os Maine Coons testados para a mutação MyBPC no Laboratório de Genética Veterinária Cardíaca da Faculdade de Medicina Veterinária localizada na Universidade Estadual de Washington, cerca de um terço foi positivo. Nem todos os gatos que resultaram positivo terão sinais clínicos da doença. Alguns gatos Maine Coon com sinais clínicos de cardiomiopatia hipertrófica resultaram negativo no exame de mutação, sugerindo que uma segunda mutação existe na raça. Outro potencial problema de saúde é a atrofia muscular espinhal (AME), outra doença herdada geneticamente que causa a perda dos neurônios da medula espinhal que ativam os músculos esqueléticos do tronco e membros. Os sintomas são normalmente vistos dentro de 3 a 4 meses de idade e resultam em atrofia muscular, fraqueza muscular e uma expectativa de vida mais curta.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. The Maine Coon America's Native Longhair. By Mike and Trish Simpson (MCBFA). Retrieved on January 21 2008
  2. the Maine Coon American Cat Fanciers Association (ACFA). Retrieved on January 21 2008
  3. a b The Maine Coon: Cat Breed FAQ. Cat Fanciers. Retrieved on: January 18 2008
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Maine Coon
Ícone de esboço Este artigo sobre gatos é um esboço relacionado ao Projeto Mamíferos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.