Mamalahoe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Māmalahoe, ou Lei da Pá Lascada (também traduzido como Lei do Remo Lascado), é um preceito na lei Havaiana, originado com o Rei Kamehameha I em 1797. A lei, "Deixe todo idoso, mulher e criança deitar à beira da estrada em segurança," é consagrada na Constituição Havaiana, Artigo 9, Seção 10, e se tornou um modelo para a lei dos direitos humanos moderna em relação ao tratamento de civis e outros não-combatentes durante tempos de batalha. Foi criada quando Kamehameha lutava em Puna, Havaí. Enquanto perseguia dois pescadores (provavelmente com a intenção de matá-los), sua perna ficou presa no recife, e um dos pescadores, Kaleleiki, acertou-lhe a cabeça com um remo, que quebrou em pedaços. Por sorte, Kamehameha conseguiu escapar. Anos depois, o mesmo pescador foi levado à presença de Kamehameha. Ao invés de ordenar sua execução, Kamehameha afirmou que o pescador estava apenas protegendo sua terra e família, e então a Lei da Pá Lascada foi formada.

A lei completa original de 1797 em Havaiano:

Māmalahoe Kānāwai:

E nā kānaka,
E mālama ‘oukou i ke akua
A e mālama ho‘i ke kanaka nui a me kanaka iki;
E hele ka ‘elemakule, ka luahine, a me ke kama
A moe i ke ala
‘A‘ohe mea nāna e ho‘opilikia.

Hewa nō, make.

Tradução para o português[editar | editar código-fonte]

Lei da Pá Lascada:

O, meu povo,
Honra teu Deus;
Respeita tanto [o direito de] homens grandes e de humildes;
Deixa que nossos velhos, nossas mulheres, e nossas crianças
Se deitem para dormir à beira da estrada
Sem medo de se machucar.

Desobedeça, e morra.


(Tradução realizada a partir da tradução do original havaiano para o inglês atual.)