Manípulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um manequim portando as vestes necessárias para a celebração da missa por um padre. O manípulo, está no braço esquerdo, bordado com uma cruz.

Manípulo é um veste litúrgica usada principalmente dentro do clero da Igreja Católica e, ocasionalmente, usado por alguns anglo-católicos e luteranos. É uma faixa bordada com três cruzes, confeccionado de seda, ou de tecido semelhante que, é usado pendurado no braço esquerdo. Só é utilizado no contexto da missa, e é da mesma cor litúrgica como os outros paramentos.

O manípulo é uma peça de vestuário obrigatória para o sacerdote ao celebrar a forma antiga do Rito Romano,[1] embora alguns sacerdotes também o tem utilizado na celebração da missa nova.

Uso[editar | editar código-fonte]

O manípulo é utilizado na forma antiga do rito romano, sendo usado por um padre investido de uma casula para celebrar a missa. Um bispo celebrando a Missa Baixa, coloca o manípulo somente após as Orações ao pé do altar. O Código de rubricas de 1960, incorporado no Missal Romano de 1962, afirma que o manípulo nunca é usado com a pluvial (como, por exemplo, na cerimônia do Asperges ou na bênção do Santíssimo Sacramento), e, se a pluvial não está disponível, o Código permite que o sacerdote dê tais bênçãos usando somente a alva e vestindo uma estola, mas sem casula e manípulo.[2]

Um manípulo

O manípulo é usado também, com a dalmática ou tunicela, pelo diácono e subdiácono em uma Missa Solene.

O manípulo é uma vestimenta não só do rito romano, mas também da maioria dos outros ritos litúrgicos latinos.

No que diz respeito ao que é hoje a forma ordinária do Rito Romano, revisada em 1969, a Instrução Geral do Missal Romano afirma: "A veste própria do sacerdote celebrante, na Missa e outras ações sagradas diretamente ligadas com a Missa é, salvo disposição em contrário indicada, a casula, vestida sobre a alva e estola".[3] Para o diácono diz: "A veste própria do diácono é a dalmática, vestida sobre a alva e estola. A dalmática pode, no entanto, ser omitida por necessidade ou por conta de um menor grau de solenidade".[4] Em nenhum dos casos há qualquer menção do manípulo como uma veste em uso.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]