Mana (magia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mana refere-se a um conceito polinésio encontrado sob diferentes denominações em outros povos. A noção de Mana, fundante da magia e da religião, corresponde à emanação da força espiritual de um grupo e contribui para uni-lo. A Mana é, segundo Mauss, criador do vínculo social.

Mana é comumente interpretado como a "substância da qual a magia é feita", além de ser a substância que forma a alma. Essa força existiria não só nas pessoas, mas nos animais e objetos inanimados, instigando no observador um sentimento de respeito ou de admiração.

Além de precursor da religião está ligado também às origens da filosofia, sendo um conceito de significativo interesse antropológico.

Conceitos similares em outras culturas[editar | editar código-fonte]

O conceito de energia vital inerente a todos os seres vivos parece ser um arquétipo universal, que aparece em numerosas religiões antigas e sistemas metafísicos.

Conceitos análogos ao do Mana em outras sociedades incluem:

Conceitos filosóficos relacionados:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre antropologia ou um antropólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.