Manbij

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde junho de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Manbij ou Hierápolis Bambyce foi uma antiga cidade da Síria.

Era um santuário desde um tempo muito recuado, mas registros históricos só começam na época dos Selêucidas, que a fizeram a principal cidade na estrada entre Antioquia e Selêucia. Também se tornou um centro de adoração da deusa Atargatis. No século III se tornou capital da província do Eufrates, e uma das maiores da Síria, mas logo caiu em ruínas. Haroun al-Raschid a restaurou e no século VIII se tornou motivo de disputa entre bizantinos, árabes e turcos. Foi capturada pelos cruzados no século XII, mas Saladino a reconquistou em 1175. Depois foi sede dos mongóis de Hulagu, que a destruíram. Hoje restam apenas suas ruínas, formando um importante sítio arqueológico.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Manbij», especificamente desta versão.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Síria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.