Mandacaru

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma caixa taxonómicaCereus jamacaru
Cereus jamacaru

Cereus jamacaru
Classificação científica
Reino: Plantae
Filo: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Subclasse: Caryophyllidae
Ordem: Caryophyllales
Família: Cactaceae
Subfamília: Cactoideae
Tribo: Cereeae
Género: Cereus
Espécie: C. jamacaru
Nome binomial
Cereus jamacaru
DC.

O mandacaru (Cereus jamacaru), também conhecido como cardeiro[1] e jamacaru,[2] é uma planta da família das cactáceas. É comum no nordeste brasileiro, atingindo mais de 5 metros de altura.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Mandacaru" é originário do termo tupi mãdaka'ru.[3] "Jamacaru" é procedente do termo tupi yamaka'ru.[4]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Existe uma variedade sem espinhos, usada na alimentação de animais. A variedade comum é altamente espinhenta e também é usada na alimentação de animais, quando seus espinhos são queimados ou cortados. O mandacaru resiste a secas, mesmo das mais fortes.

As flores desta espécie de cacto são brancas, muito bonitas e medem aproximadamente 30 centímetros de comprimento. Os botões das flores geralmente aparecem no meio da primavera e cada flor dura apenas um período noturno, ou seja, desabrocham ao anoitecer e, ao amanhecer, já começam a murchar. Seu fruto, uma baga espinhenta,[5] tem uma cor violeta forte. A polpa é branca com sementes pretas minúsculas, e é muito saborosa, servindo de alimento para diversas aves típicas da caatinga, como a gralha-cancã e o periquito-da-caatinga.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Mandacaru
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Mandacaru

Referências

  1. Geocities. Cardeiro. Visitado em 6 de agosto de 2012.
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 076.
  3. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 076.
  4. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 981.
  5. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 076.
Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Caryophyllales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.