Mandacaru

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde agosto de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Como ler uma caixa taxonómicaCereus jamacaru
Cereus jamacaru

Cereus jamacaru
Classificação científica
Reino: Plantae
Filo: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Subclasse: Caryophyllidae
Ordem: Caryophyllales
Família: Cactaceae
Subfamília: Cactoideae
Tribo: Cereeae
Género: Cereus
Espécie: C. jamacaru
Nome binomial
Cereus jamacaru
DC.

O mandacaru (Cereus jamacaru), também conhecido como cardeiro,[1] é uma planta da família das cactáceas. É comum no nordeste brasileiro, atinge até mais de 5 metros de altura.

Existe uma variedade sem espinhos, usada na alimentação de animais. A variedade comum é altamente espinhenta e também é usada na alimentação de animais, quando seus espinhos são queimados ou cortados. O mandacaru resiste a secas, mesmo das mais fortes.

As flores desta espécie de cactos são brancas, muito bonitas e medem aproximadamente 30 cm de comprimento. Os botões das flores geralmente aparecem no meio da primavera e cada flor dura apenas um período noturno, ou seja, desabrocham ao anoitecer e ao amanhecer já começam a murchar. Seu fruto tem uma cor violeta forte. A polpa é branca com sementes pretas minúsculas, e é muito saborosa, servindo de alimento para diversas aves típicas da caatinga, como a gralha-cancã e o periquito-da-caatinga.

Referências

  1. Geocities. Cardeiro. Página visitada em 6 de agosto de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Caryophyllales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.