Mangostão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaMangostão
Fruto inteiro e em corte

Fruto inteiro e em corte
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Malpighiales
Família: Clusiaceae
Género: Garcinia
Espécie: G. mangostana
Nome binomial
Garcinia mangostana
L. 1753
Sinónimos
Mangostana garcinia Gaertn.

Mangostão (Garcinia mangostana L.; Clusiaceae, ex-Gutiferae ou Hypericaceae) é uma árvore frutífera tropical.

Características[editar | editar código-fonte]

Árvore de até 30m de altura com copa cônica, da mesma família das árvores brasileiras bacuri e guanandi.

Folhas grandes, duras, de coloração verde-escura e brilhante. Flores grandes de coloração vermelho-escura.

O fruto é esférico, vermelho a castanho-escuro, manchado de amarelo, com casca espessa que deve ser cortada delicadamente para não ferir a polpa. Polpa mole, suculenta, de sabor delicado e muito característico que envolve uma única semente oleaginosa.

A planta tem a peculiaridade de produzir frutos por partenogênese.

Fruto em corte

Ocorrência[editar | editar código-fonte]

Nativo da região tropical do sudeste asiático, abrangendo também a maioria das ilhas da Indonésia, o mangostão é considerado pelos habitantes desses lugares como a fruta mais saborosa do mundo: "a rainha das frutas tropicais". Verdadeiro "manjar dos deuses", o mangostão foi comparado, por alguns, ao néctar e à ambrosia, alimentos do Olimpo grego.[1]

Ocorre também na China, no Panamá e em Honduras[2] .

Apesar da árvore que dá o mangostão demorar vários anos para começar a frutificar - cerca de 10 anos quando plantada sem enxertia, ou 4 com enxertia - o cultivo da mais "saborosa fruta do mundo" passou a atrair vários migrantes de origem japonesa. Vem sendo plantado no litoral brasileiro com muito sucesso.

O mangostão tem sido produzido no Brasil no litoral da Bahia e agora temos um produtor no oeste do estado de São Paulo .

Principíos Ativos [3] [editar | editar código-fonte]

- O mangostão contém xantonas, que proporcionam uma acção antioxidante, antitumoral, anti-inflamatória, antiviral, antifúngica e antibiótica

- Contém ácido hidrocicítrico, que aumenta a sensação de saciedade e auxilia na eliminação de gorduras, prevenindo o aumento do colesterol

- As quinonas têm uma acção semelhante às tetraciclinas (antibióticos)

- Os fenóis têm propriedades antimicóticas

- As catequinas e estilbenos são antioxidantes

- É rico em várias vitaminas e minerais

Referências


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Mangostão
Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.