Manobra de Epley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A manobra de Epley é uma manobra utilizada para tratar a vertigem posicional paroxística benigna. Geralmente é realizada por um médico ou fonoaudiólogo, mas pode ser realizada pelo paciente em casa. A manobra foi desenvolvida pelo Dr. John Epley e descrita pela primeira vez em 1980.

A manobra de Epley ou procedimento de reposição canalicular é usada para deslocar otolitos do canal semicircular posterior ou anterior para o utrículo, a sua devida localização. É largamente utilizada, sendo considerado um tratamento de primeira linha para a vertigem posicional paroxística benigna. É um procedimento seguro em doentes idosos e pode ser efetuado em poucos minutos.

  1. O paciente começa em uma postura ereta sentada, com as pernas completamente estendidos e a cabeça girada 45 graus para o lado afetado.
  2. O paciente é, então, rapidamente e passivamente forçado para baixo para trás pelo médico realizar o tratamento em uma posição supina com a cabeça erguida aproximadamente em uma extensão de 30 graus pescoço (posição de Dix-Hallpike), onde o ouvido afetado enfrenta o chão.
  3. O médico observa os olhos do paciente para verificar a direção do nistagmo primário.
  4. O paciente permanece nesta posição durante aproximadamente 1-2 minutos.
  5. A cabeça do paciente é, então, virada 90 graus para a direção oposta, de modo que o ouvido afetado fique em direção ao chão, tudo ao mesmo tempo mantendo a flexão do pescoço em 30 graus.
  6. O paciente permanece nesta posição durante aproximadamente 1-2 minutos.
  7. Mantendo-se da cabeça e pescoço numa posição fixa em relação ao corpo, o indivíduo rolam sobre os seus ombros, girando a cabeça mais 90 graus no sentido de que eles se deparam. O paciente agora olha para baixo num ângulo de 45 graus.
  8. Os olhos devem ser imediatamente observado pelo médico para identificar o nistagmo; este estágio secundário deve bater na mesma direção do nistagmo primário. O paciente permanece nesta posição durante aproximadamente 1-2 minutos.
  9. Finalmente, o paciente é lentamente trazida até uma postura vertical sentada, mantendo ao mesmo tempo a rotação de 45 graus da cabeça.
  10. O paciente mantém a posição sentado por até 30 segundos.


A manobra de Epley deve levar cinco minutos para concluir. Três ciclos completos devem ser realizados antes de ir para a cama

As contraindicações a este procedimento são: fraturas que não permitam o doente deitar-se rapidamente ou virar-se para os lados; fraturas cervicais recentes, cirurgia ou instabilidade desta estrutura; decolamento da retina recente; patologia carotídea instável ou histórico de dissecção vertebral.

Não é requerido qualquer tipo de anestesia.


Ver também[editar | editar código-fonte]

http://www.appforce.net/como-realizar-a-manobra-de-epley.html