Manolita Saval

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Julho de 2008).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Manolita Saval (Manolita Saval Ballester) era atriz e cantora. (Paris França, 5 de fevereiro de 1914 - Cidade do México,23 de Agosto de 2001 ).

Era mãe do ator Manuel Saval. Filha de pais espanhóis. Era sobrinha do espanhol Vicente Ballester Aparício. Manolita graduou-se como pianista no Consevatório de Valência, na Espanha. Estudou canto, dramatização, dança, guitarra e acordeón.

Iniciou sua carreira artística interpretando a ópera "Marina" na cidade de Valência. Ficou conhecida em toda a América Latina, consolidando-se como cantora lírica. Em 1938, na Argentina, foi convidada pelo jalicense José Mojica, que era mexicano, para participar do filme "El capitan aventurero", que marcaria a estréia de ambos no cinema mexicano. Foi para o México, onde se radicou. Além do cinema, Manolita ingressou também nas Companhias de Teatro. Na década de 1950, estudou no Teatro das Artes na escola Seki Sano. Em 1960, iniciou seu trabalho na televisão, em telenovelas.

Mãe de Manuel Saval, seu único filho. O Ator dedicou sua vida até os últimos dias de vida de sua mãe, junto com sua esposa e o seu filho. No dia 22 de agosto de 2001, a atriz deu entrada no Hospital Santelena após sofrer um ataque cardíaco. Vítima de parada cardíaca, Manolita Saval faleceu no dia seguinte 23 de agosto, aos 87 anos de idade, na Cidade do México. Seus restos mortais descansam no Panteón Espanhol da Cidade do México.

Seu último trabalho na televisão foi na telenovela "El Abuelo y yo" (Vovô e eu) em 1992, que foi exibida no Brasil pelo SBT.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

La guerra de los pasteles (1978)

… aka War of the Pastries (1978)

El ministro y yo (1976)

… aka The minister and me (1976) (USA)

Santa (1968)

Esta noche no (1966)

Dos criados malcriados (1960)

Arrabalera (1951)

Hijos de la mala vida (1949)

Fantasía ranchera (1947)

Por un amor (1946)

La culpable (1944)

Amores de ayer (1944)

El capitán Malacara (1944)

Los miserables (1943) .... Cosette

… aka Les miserables (1943)

María Eugenia (1942)

El baisano Jalil (1942)

Virgen de medianoche (1941)

… aka El imperio del Hampa]] (1941) (México)

Pobre diablo (1940)

El capitán aventurero (1938) .... Carmina

… aka The adventurous captain (1938) (USA)

… aka Don Gil de Alcalá (1938) (México)

Obras de teatro[editar | editar código-fonte]