Manuel Lanzini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde maio de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Manuel Lanzini
Manuel Lanzini
Informações pessoais
Nome completo Manuel Lanzini
Data de nasc. 15 de fevereiro de 1993 (21 anos)
Local de nasc. Ituzaingó,  Argentina
Nacionalidade  Argentina,  Itália
Altura 1,69 m[1]
Destro
Apelido La Joia, Ojón, Manu, Nolo
Informações profissionais
Clube atual =Emirados Árabes Unidos Al Jazira
Número TBA
Posição Meia
Clubes de juventude
2002–2010 Argentina River Plate
Clubes profissionais12
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2010–2014
2011–2012
2014–
Argentina River Plate
Brasil Fluminense (emp.)
=Emirados Árabes Unidos Al Jazira
065 000(10)
042 0000(5)
000 0000(0)
Seleção nacional
2013 Flag of Argentina.svg Argentina Sub-20 004 0000(0)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 7 de agosto de 2014.
2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 9 de dezembro de 2013.

Manuel Lanzini (Ituzaingó, 15 de fevereiro de 1993) é um futebolista argentino que atua como meia[2] [3] . Atualmente, joga pelo Al Jazira[2] [3] .

Carreira[editar | editar código-fonte]

River Plate[editar | editar código-fonte]

Conhecido pelos torcedores do River Plate como La Joia, usava a camisa 10 na equipe de juniores, onde se destacou junto a Erik Lamela. Na equipe principal, usou a camisa 20, jogou 22 jogos, dando 3 assistências, mas não marcou nenhum gol.[4]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

Com o rebaixamento do River, a diretoria resolveu emprestar Lanzini ao Fluminense para colocá-lo novamente na vitrine do futebol europeu, embora ele tenha vindo ao Brasil como o passe estipulado em contrato, dando preferência de compra ao Fluminense. Manuel foi apresentado no Fluminense junto a Alejandro Martinuccio e Rafael Sóbis, no dia 21 de julho de 2011, dia do aniversário de 109 anos do clube. Lanzini vestiu a camisa 11 do Flu, antes pertencente ao ídolo Darío Conca, tendo estreado com atuação destacada na vitória do Fluminense sobre o Figueirense, por 3 a 0, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, disputada no dia 17 de agosto de 2011.

Lanzini marcou seu primeiro gol da carreira jogando pelo Fluminense, onde o tricolor venceu o São Paulo por 2 a 1. Manuel Lanzini dedicou o gol para sua mãe. Ele continuou jogando muito bem pelo Fluminense, onde seguiu até a metade de 2012. Neste ano, marcou um gol contra a Portuguesa pelo Campeonato Brasileiro. Este gol foi importante na conquista do Brasileirão. Porém, Manuel voltou do empréstimo para o River Plate, onde passou a vestir a camisa 10.

Volta ao River Plate[editar | editar código-fonte]

Recebeu a camisa 10 e no dia 5 de maio de 2013, Lanzini entrou para a história. Ele marcou o gol mais rápido do clássico do River contra o Boca Juniors, aos 45 segundos.[5] [6] Também marcou na vitória sobre o All Boys por 2 a 0 em 12 de maio de 2013.[7] Fez mais um gol na vitória por 2 a 1 contra o Independiente no dia 9 de junho de 2013.[8]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Manuel Lanzini é filho do ex-jogador Héctor Lanzini, ex-meia de clubes como Sporting Cristal, do Peru, e Deportivo Morón, da Argentina. É também irmão do meia Tomás Lanzini, de 20 anos, que atuou pelo Platense, da Argentina, e pelo Unión San Felipe, do Chile, e que atualmente defende o Ñublense, do Chile.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Fluminense
Boca Juniors

Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]