Manuel Luís Baltazar da Câmara, 2.º Conde de Vila Franca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

D. Manuel Luís Baltazar da Câmara (c. 1570 - 1619), membro da família Gonçalves da Câmara, era filho primogénito de Rui Gonçalves da Câmara, tendo-lhe sucedido como 8.º capitão do donatário da ilha de São Miguel (sendo o sexto da família a exercer o cargo).

Falecido o seu pai, por carta régia de 25 de Outubro de 1601, é-lhe concedido o título de 2.º conde de Vila Franca, assumindo então também a capitania.

Era casado com D. Leonor de Vilhena, filha de D. Fradique Henriques, mordomo-mor de el-rei.

O novo capitão viveu boa parte da sua vida na capitania, tendo esta durante o seu mandato sofrido notável progresso. O maior sobressalto ocorreu em 1616, quando a vizinha ilha de Santa Maria foi tomada por piratas argelinos, a Vila do Porto totalmente saqueada e parte dos seus habitantes vendidos como escravos no Norte de África (o episódio deu origem à Confraria dos Escravos da Cadainha, ainda hoje existente naquela ilha).


Precedido por
Rui Gonçalves da Câmara III
Capitão do donatário da Ilha de São Miguel
(8.º)

1601 - 1619
Sucedido por
Rodrigo da Câmara
Precedido por
Rui Gonçalves da Câmara III
Conde de Vila Franca
(2.º)

1601 - 1619
Sucedido por
Rodrigo da Câmara