Manuel de Codage

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Manuel de Codage é a expressão francesa usada para designar um conjunto padrão de regras para representar e agrupar sinais e grupos de sinais hieroglíficos egípcios, tendo sido criado por universitários europeus em 1988.

Quando a capacidade gráfica dos computadores pessoais se desenvolveu a partir de 1980, os estudiosos tentaram desde a primeira hora registar e reproduzir textos hieroglíficos usando computadores. Desde cedo se deu conta que seria necessário criar um sistema universal de codificação que usasse caracteres alfanuméricos para representar os gráficos egípcios.

De maneira geral, este sistema estabeleceu os seguintes princípios básicos:

1) Os códigos podem ser introduzidos pelo seu "Número de Gardiner" ou pelo seu valor fonético único. Por exemplo, <IMG SRC=sxt.gif ALIGN="middle">pode ser codificado por M20 ou sxt.

2) Numa sequência de código cada sinal é escrito na ordem em que os hieroglifos são reprentados, e é separado do seu vizinho por um traço "-" ou espaço único " ".
<IMG SRC="mattrsn.gif" ALIGN="middle"> pode ser criado por m-a-t-tr-s-n ou m a t tr s n.
No entanto deve-se usar o espaço para separar sinais, respectivamente no fim e no princípio de duas palavras vizinhas, para melhor as identificar.

3) Sinais podem ser colocados em grupos usando o asterisco "*" para justaposição ou ponto-e-vígula ";" para subdivisão. <IMG SRC=taypwnfr.gif ALIGN="middle"> é codificado com tA:Z4*Z1-p:N7-nfr-f:r .

4) Espaços no texto hieroglífico podem ser introduzidos usando um ponto final "." (meio espaço) ou dois pontos finais "..". <IMG SRC=rnA1.gif ALIGN="middle"> equivale a rn-..-..-..-A1 . Pontos finais também são usados para mover sinais sozinhos para cima ou para baixo numa linha. <IMG SRC=inr1.gif ALIGN="middle"> é obtido com i-n:r-.:O39, enquanto que i-n:r-O39:. dá <IMG SRC=inr2.gif ALIGN="middle">.

'5) Sinais solitários, tais como <IMG SRC=a1.gif ALIGN="middle"> podem ser manipulados de várias maneiras usando códigos com a barra inclinada "'" :
<IMG SRC="pixels.gif" HEIGHT="9">

Rotação: <IMG SRC="a1r.gif" ALIGN="middle"> são conseguidos com A1r1  A1r2  A1r3  A1r4

Rotação: <IMG SRC="a1t.gif" ALIGN="middle"> são conseguidos com A1t1  A1t2  A1t3  A1t4

Imagem-espelho: <IMG SRC="a1mirror.gif" ALIGN="middle" VSPACE="5"> é codificado através de A1

Alteração na escala: <IMG SRC="scaling.gif" ALIGN="middle"> obtêm-se com A1120  A1100  A180  A160, onde depois da barra é indicada a percentagem de escala desejada.

Estas manipulações de sinais também podem ser usadas dentro de grupos:

<IMG SRC="manipgrupos.gif" VSPACE="5" ALIGN="middle"> , onde apenas Z2 é escalado, pode ser obtido respectivamente por n:Z2  n:Z280 e n:Z260.

6) Cartuchos podem ser construídos usando "<" (início) e ">" (fim) seguido de um código adicional especificando o tipo de cartucho, tal como se mostra nos seguintes exemplos: < i-mn:n-HAt:t > ou <1 i-mn:n-HAt:t 2> resulta em <IMG SRC="cartucho1.gif" ALIGN="middle">

<2 i-mn:n-HAt:t 1> resulta em <IMG SRC="cartucho2.gif" ALIGN="middle" VSPACE="2">

<h1 i-mn:n-HAt:t h2> resulta em <IMG SRC="cartucho3.gif" ALIGN="middle" VSPACE="2">

7) O sombreamento é usado para indicar zonas de texto em que os hieroglifos estão danificados, ou simplesmente lacunas no texto. Basta colocar a parte desejada entre #b (princípio) e #e (fim). Por exemplo,
<IMG SRC=shading.gif ALIGN="middle" VSPACE="3">

pode ser codificado com sxt-t:Z4-#b-A1-p-w-n-e#-sxt-t:Z4-H-mA-A-U32-N33:Z2-niwt

Estes códigos acima descritos constituem apenas uma amostra do sistema de codificação do Manuel de Codage.

Mais recentemente, foram adicionadas novas regras a este sistema pelos estudiosos, o que a médio prazo poderá não garantir a total compatibilidade deste formato de comunicação, entre os vários software que vão sendo criados.

  • Fontes:
    • Inventaire des signes hieroglyphiques en vue de leur saisie informatique (Manual for the Encoding of Hieroglyphic Texts for Computer-input) - Jan Buurman, Nicolas Grimal, Michael Hainsworth, Jochen Hallof, and Dirk Van Der Plas. Mémoires de l'Académie des Inscriptions et Belles Lettres. Informatiqyue et Egyptiologie. Institut de France, Paris, 1988.
    • Hieroglyphica  - Jochen Hallof, Nicolas Grimal, Dirk van der Plas, PIREI 1, Utrecht/Paris, 1993.
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.