Mara Maravilha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Mara Maravilha
A cantora de música sertaneja Sula Miranda à esquerda e a cantora Mara maravilha à direita.
Informação geral
Nome completo Eliemary Silva da Silveira [1]
Nascimento 6 de março de 1968 (46 anos)
Origem Itapetinga, BA
País  Brasil
Gênero(s) Gospel, música cristã contemporânea, infantil
Instrumento(s) Vocal
Extensão vocal Contralto
Período em atividade 1982—presente
Gravadora(s) EMI
Maravilha Music
Line Records
Louvor Eterno
Página oficial Site Oficial da cantora

Eliemary Silva da Silveira (Itapetinga, 6 de março de 1968), conhecida como Mara Maravilha , é uma apresentadora e cantora de música gospel e infantil brasileira.

Biografia e Vida artística[editar | editar código-fonte]

Baiana, natural de Itapetinga , a menina de origem simples ascendeu os primeiros degraus da fama quando a maioria das meninas de sua idade pensavam apenas em brincar de boneca. Aos oito anos, Mara já apresentava seu próprio programa infantil o Clube do Mickey pela TV Itapoan, então emissora afiliada ao SBT para todo o estado da Bahia. Entre o público baiano ela ficou conhecida como "Miss Mara", e no início da década de 1980 tornou-se a principal atração televisiva produzida por uma emissora fora do eixo Rio-São Paulo.[2]

Em 1982, Mara assinou seu primeiro contrato com uma multinacional, a EMI-Odeon, onde lançou seu primeiro disco. Na época, como apresentadora do Clube do Mickey, Mara ganhou a atenção do apresentador e empresário Silvio Santos.[3] A convite dele, ela mudou-se para São Paulo aos 15 anos de idade, onde estreou em rede nacional com programas voltados para o público adolescente e adulto, e integrando também o júri do Show de Calouros de Silvio Santos por cerca de três anos. Na emissora paulista, Mara apresentou o TV Pow[4] , a Sessão Premiada, o programa O Preço Certo e foi também repórter do programa Viva a Noite, do apresentador Augusto Liberato.[5] .

Mas foi em 1987, quando estreou o programa infantil Show Maravilha, que a baiana viu seu nome tornar-se uma febre nacional. Mara virou um dos maiores ídolos infantis da história da televisão brasileira, tanto que é a terceira mais bem - sucedida apresentadora infantil do país, somente atrás de Eliana e Xuxa e seu programa no SBT, ser o segundo maior programa infantil do Brasil, somente perdendo para o estrondoso Xou da Xuxa.[6] Logo o nome "Mara Maravilha" se transformou em uma marca de sucesso que vendeu milhões de discos, emplacou dezenas de sucessos nas rádios de todo o país, virou boneca[7] , marca de brinquedos, e por quase uma década ajudou a alavancar a audiência do SBT em uma disputa acirrada pelo primeiro lugar com a Rede Globo de televisão. Em 2006, durante as comemorações pelos 25 anos do SBT, o Show Maravilha foi eleito pelos internautas do portal UOL como o melhor programa já feito pela emissora.[8]

Em fevereiro de 1990 Mara foi capa da revista Playboy brasileira.[9] Na década anos 90 seu sucesso extrapolou as fronteiras brasileiras e Mara tornou-se alvo do interesse internacional. Contratada pela argentina CBA , Mara apresentou em horário nobre o programa "Show Mara Maravilha",com direitos a adaptações de seus maiores sucessos em espanhol, fazendo de Mara, juntamente com Xuxa, as únicas apresentadoras infantis a apresentarem um programa infantil internacionalmente, sendo que Mara apenas apresentou um programa na Argentina, sendo que Xuxa já apresentou 4 programas, que foram transmitidos no mundo.[10] Mara já gravou mais de 250 canções e acumulou cerca de 20 Discos de Ouro e 9 Discos de Platina. Em 1995 Mara deixou o programa da Argentina por problemas pessoais, Mara estava doente e viciada em moderador de apetite, neste mesmo ano se converteu a religião evangélica. Em 1996 assinou contrato com a Record para apresentar o programa infantil Mara Maravilha Show e depois o Mundo Maravilha, após um ano e meio na Record, em 1997 Mara decidiu mudar os rumos de sua carreira, passando a investir exclusivamente no segmento de música gospel, onde tem se mantido como cantora até então. Em 2013 estreou como atriz nos palcos de teatro, com o musical infantil “Caixa de Surpresas”, a convite de Eudóxio Junior, coreógrafo e diretor geral do espetáculo.[11] [12] .

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

A cantora, atualmente evangélica, revela em entrevistas seu passado conturbado: Filha única, foi abandonada pelo pai ainda pequena, passando dificuldades com a mãe. Durante a adolescência, era muito desequilibrada, revelando que sofria de depressão, tentando o suicídio por diversas vezes, e era usuária de drogas. Era muito brigona, chegando a ser presa por agredir uma menina de quem possuía inveja. Também revelou ter sido expulsa de um avião devido a confusões que criava por pequenas coisas. Conta que perdeu a virgindade aos 17 anos com um homem 8 anos mais velho, chamado Ademar. O casal vivia entre indas e vindas, pois Mara tinha constantes surtos de ódio, por conta do ciúme doentio que sentia por ele. Por conta disso, ele a abandonou, e Mara tentou o primeiro suicídio. Para tentar esquecer este homem, começou a frequentar baladas, mesmo contra a vontade da mãe, fugia de casa para ir, e com isso, conheceu o mundo das drogas, e se viciou em cigarro, maconha e bebidas alcoólicas, mas não o esqueceu. Querendo se livrar de tudo isso, aos 19 anos, começou a namorar um outro rapaz, da sua idade, chamado Antônio. Ele era viciado em outras drogas mais pesadas e Mara passou a utilizar drogas mais fortes como cocaína e heroína. Para comprar drogas, Mara roubava sua mãe e seu padrasto, vendendo objetos de dentro de casa. Sua relação com eles era explosiva e brigava com sua mãe diariamente. O relacionamento com seu novo namorado era conturbado, pois Mara era extremamente ciumenta, e ele a agredia verbalmente e fisicamente. Tudo piorou quando Mara descobriu estar grávida, aos 20 anos. Desesperada, revelou ao namorado, que lhe bateu, e não quis assumir o bebê, a abandonando. Com medo da mãe e do padrasto, e sabendo que aquele filho atrapalharia toda sua vida, cometeu um assalto com a arma que roubou do padrasto, e com esse dinheiro, fez um aborto numa clínica clandestina, sem contar a ninguém, escondendo da mãe por semanas as dores e sangramentos provenientes do ato. Após isso, tentou novamente o suicídio, profundamente arrependida do que fez, convivendo com insônia e pesadelos constantes. Sem dinheiro para comprar mais drogas, e expulsa de casa pelo padrasto, dormiu nas ruas, pediu esmola e passou a se prostituir, indo morar numa pensão. Na época estava fora da TV, estando desestimulada a continuar nesse ramo. Sua mãe, Marileide, resolveu enfrentar o marido e saiu a procura da filha, arrependida por ter consentido que ele a expulsasse e pediu para ela voltar. Disposta a mudar, Mara voltou para casa, e iniciou um tratamento contra drogas. Mas ainda sentia um vazio, o vazio de Deus. Livre das drogas, sem trabalhar e consequentemente sem dinheiro, tinha que arrumar uma forma de conseguir voltar para a televisão e fazer sucesso novamente. Por interesse, começou a namorar o cantor Roy, do Grupo Menudos. Em pouco tempo, Mara e ele foram morar juntos nos Estados Unidos, e Mara voltou a fazer sucesso na televisão. Nessa época se viciou em remédios para emagrecer, sofrendo com alucinações, e passou a lutar contra mais esse vício.[13] Com o tempo, e brigas constantes, devido aos ciúmes incontroláveis de Mara, se separaram, e Mara entrou novamente em depressão, mesmo fazendo sucesso na TV, voltou para o Brasil e começou novamente a usar drogas. Desesperada, queria se livrar deste vício maldito. Frequentou centros de candomblé, na esperança de achar a felicidade, mas tudo em sua vida piorou, pois perdeu mais uma chance na TV e ficou desempregada. Com ajuda de sua mãe e seu padrasto, que conheciam evangélicos e estavam frequentando a igreja, levaram Mara, que com os anos e a ajuda de Jesus Cristo, foi libertada de toda maldição e enfim, curada. A cantora iniciou uma nova trajetória de vida.[14]

Em 1992 o pai reapareceu em sua vida lhe pedindo ajuda, mas Mara o desprezou, e até hoje move uma ação na justiça contra o pai, que quer ser herdeiro de seus bens, mas Mara não aceita, pois ele nunca a criou e faz de tudo para tentar tirá-lo de seu testamento. Apesar de tudo, diz que o perdoa pelo abandono, mas que ainda luta para tentar tirar essa mágoa do seu coração.[15]

Mara frequentava a igreja evangélica a alguns anos, apesar de ainda não ser batizada. Nessa época, conheceu o diretor da Record, Paulo Lima. Após dois anos de namoro, eles se casaram em 1999, mas o casório foi cheio de indas e vindas, devido a depressão e insegurança de Mara, que começou a fazer terapia para se livrar do ciúme doentio que sentia desde muito jovem. Tudo piorou após tentar engravidar e não conseguir. O casal tentou ter um filho por mais de três anos e não conseguiram. Se sentindo culpada pelo aborto que fez, tentou mais uma vez o suicídio, o que agravou mais a relação do casal. Mara, então, procurou um tratamento médico, descobrindo ter tumores uterinos, e passou a tomar medicamentos. No início dos anos 2000, através de inseminação e mais de cinco anos de tratamento médico, conseguiu engravidar, mas sofreu um aborto espontâneo aos três meses de gestação, o que a fez se tornar mais depressiva e infeliz. Não aguentando mais as crises de tristeza e ciúmes da esposa, Paulo e Mara se separaram em 2006. [16]

Em 2007 ela começou a namorar o dentista Alexander Virgna. Foram viver juntos em 2008 mas após diversas brigas conjugais por ciúmes e desconfianças de ambas as partes, ela descobriu que o marido a traía, e Mara se desesperou. Com muita tristeza, se separou no início de 2013, ano que enfrentou a perda de sua mãe, que faleceu de problemas cardíacos, o que a levou a uma profunda depressão e isolamento. Revelou em entrevistas ter se arrependido de casar-se com o segundo marido e tem vontade de voltar para o primeiro marido. Nessa época, aceitou Cristo de todo seu coração, e enfim, se batizou. Atualmente se dedica a ajudar a igreja que frequenta, voltou a ficar firme na religião e canta músicas gospel. Ainda sonha em ter filhos e só adotaria se descobrisse que não poderia mais ter. Está solteira, mora sozinha e anda a procura de um homem de Deus.[17]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns
Ano Título
1987 Maravilha
1988 Mundo Maravilha
1989 Mara
1990 Deixa a Vida Rolar
1991 Curumim
1992 Show Maravilha
1993 Importante é Ser Feliz
1994 Mara
1994 Meus Momentos I
1996 Reluz
1997 Meus Momentos II
1997 Só Pra Criança
1998 Abra seu Coração
1999 Coração Iluminado
2000 Maravilhoso
2000 Provérbios de Salomão I e II
2000 Mara Maravilha & Amigas Vol. 1
2001 Deus de Maravilhas
2002 Mara Maravilha & Amigas Vol. 2
2003 Mara Maravilha & Paulinho Cantam com Amigos Românticas Gospel
2002 Mara Maravilha para Pequeninos Vol. I (CD e DVD)
2003 Mara Maravilha para Pequeninos Vol. II (CD e DVD)
2003 Feliz pra Valer
2004 Mara Maravilha para os Pequeninos Vol. III (CD e DVD)
2005 Jóia Rara (CD e DVD)
2006 Romântica
2007 Importante é Amar
2009 Novo Coração (CD e DVD)
2009 Seleção de Ouro
2012 Mara Maravilha para os pequeninos Vol. IV (CD e DVD)

Outros[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

  • 1982 - Seja Mais Você
  • 1983 - Se Você Fosse Esperto
  • 1984 - Chega Stop Pare com Isso
  • 1985 - Simplesmente Mara
  • 1986 - Por Um Olhar
  • 1987 - Maravilha - #67
  • 1987 - Vem Brincar Comigo - #63
  • 1988 - "Olha Pra Mim"
  • 1988 - Break Da Galera
  • 1989 - "Liga Pra Mim" - #1
  • 1989 - Coração De Papel - #18
  • 1989 - Pensamentos Voam - #9
  • 1989 - Enquanto a Chuva Cai
  • 1990 - Não Faz Mal (Tô Carente Mas Tô Legal) - #1
  • 1990 - Deixa a Vida Rolar - #7
  • 1991 - Curumim Iê Iê - #1
  • 1991 - Não Tem Jeito - #2
  • 1991 - Vivendo e Aprendendo - #8
  • 1992 - Direito da Criança
  • 1993 - Jesus Cristo - #1
  • 1993 - A Gente Sempre Vai Se Amar - #9
  • 1993 - Não Pode Parar
  • 1993 - Maravilhê - #83
  • 1994 - Fica Comigo- #10
  • 1994 - Deixa o Coração Te Guiar
  • 1995 - "Razão Pra Viver"
  • 1996 - Assim Me Sinto Sem Você - #58
  • 1996 - Rei Davi
  • 1997 - Obrigado Jesus
  • 1998 - Abra Seu Coração
  • 1998 - Aconteceu o Amor
  • 1998 - Autor da Minha Vida
  • 1998 - Cantarei Louvores
  • 1999 - Pai Nosso
  • 1999 - Deus Cuida De Mim
  • 2000 - Reina Jesus
  • 2000 - Maravilhoso
  • 2001 - Deus de Maravilhas
  • 2001 - Só Jesus e Ninguem Mais
  • 2001 - Recomeçar
  • 2002 - Levante a Cabeça
  • 2002 - Arco Iris do Amor
  • 2003 - Doce Como Mel
  • 2004 - A Turma da Marinha Maravilha Chegou
  • 2005 - Amor Perfeito
  • 2005 - "Feliz Pra Valer"
  • 2005 - Campeões da Fé
  • 2006 - Jóia Rara
  • 2006 - Folha Seca
  • 2007 - Retrovisor
  • 2008 - Fé Inabalável
  • 2008 - O Importante é Amar
  • 2009 - Restaura Minha Casa (part. Régis Danese)
  • 2009 - Autor da fé (noites traiçoeiras)
  • 2009 - Vou Conseguir
  • 2012 - Bênção Pura
  • 2012 - A Festa do Vovô Galileu

Programas apresentados e participações[editar | editar código-fonte]

Na TV Itapoan
SBT
CBA
Record
Étv

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • 1986 Tsu O Menino do Dedo Verde
  • 2013 Caixa de Surpresa

Referências

  1. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas channel4
  2. Itapetinga Agora. Mara Maravilha: a itapetinguense que conquistou o Brasil Página visitada em 19 de fevereiro de 2013
  3. Gospel+. Biografia: Mara Maravilha Página visitada em 19 de fevereiro de 2013
  4. Passagem Secreta. Alguém lembra? Tv Pow - SBT Página visitada em 19 de fevereiro de 2013
  5. Trash 80s. Vídeo do dia: ‘Sonho Maluco’ com Mara Maravilha (Viva a Noite 1989) Página visitada em 19 de fevereiro de 2013
  6. InfanTV. Show Maravilha Página visitada em 19 de fevereiro de 2013
  7. Necessárias. As bonecas que nos assombraram na infância Página visitada em 19 de fevereiro de 2013
  8. Caras Uol. Perfil Mara Maravilha Página visitada em 19 de fevereiro de 2013
  9. Por Acaso. 28 capas de Playboy. Como eram e como ficaram Página visitada em 19 de fevereiro de 2013
  10. Click Grátis. Artistas Mara Maravilha Página visitada em 19 de fevereiro de 2013
  11. Ego. Por Onde anda Mara Maravilha Página visitada em 19 de fevereiro de 2013
  12. Missão em Cristo. “Caixa de Surpresas”: Cantora Mara Maravilha estréia como atriz em uma peça infantil Página visitada em 19 de fevereiro de 2013
  13. [[1]]
  14. [[2]]
  15. [[3]]
  16. [[4]]
  17. [[5]]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Mara Maravilha