Marat/Sade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Perseguição e Assassinato de Jean-Paul Marat encenado pelos internos do Hospício de Charenton sob direção do Senhor de Sade (em alemão: Die Verfolgung und Ermordung Jean Paul durch die dargestellt Marats Schauspielgruppe des Hospizes zu unter Charenton Anleitung des Herrn de Sade), quase sempre abreviado para Marat/Sade, é uma peça de 1963, escrita por Peter Weiss e ambientada em um asilo francês no auge da Era Napoleônica.[1] . A peça foi publicada pela primeira vez em alemão. No ano de 1966, a peça recebeu quatro Tony Awards.[2]

Incorporando elementos dramáticos característicos de Antonin Artaud e Bertolt Brecht, é uma representação sangrenta e implacável da luta de classes e do sofrimento humano, que pergunta se a verdadeira revolução vem para mudar a sociedade ou mudar a si mesmo.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]