Marc Bolan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marc Bolan
Busto de Marc Bolan em Barnes, em comemoração do que seria seu 60° aniversário (30 de setembro de 2007)
Informação geral
Nome completo Mark Feld
Nascimento 30 de setembro de 1947
Local de nascimento Londres, Inglaterra
 Reino Unido
Data de morte 16 de setembro de 1977 (29 anos)
Local de morte Londres, Inglaterra
 Reino Unido
Gênero(s) Hard rock
Glam rock
Folk psicodélico
Rock psicodélico
Período em atividade 1965 - 1977
Afiliação(ões) T.Rex
John's Children

Marc Bolan, nome artístico de Mark Feld (Londres, 30 de setembro de 1947 — Londres, 16 de setembro de 1977) foi um cantor e guitarrista britânico. Ele ficou mundialmente conhecido como o vocalista e guitarrista da banda britânica de glam rock T.Rex.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Vida e carreira[editar | editar código-fonte]

Placa marcando o local onde Marc Bolan passou a infância, 25 Stoke Newington Common, Hackney.

Filho de um motorista de caminhão, Bolan cresceu no pós-guerra, Hackney, leste de Londres, no seio de uma família judaica, e mais tarde viveu em Wimbledon, sudoeste de Londres. Ele se apaixonou pelo rock and roll através de músicos como Gene Vincent, Eddie Cochran, Arthur Crudup e Chuck Berry. Ainda em tenra idade tornou-se um Mod, passando a frequentar bares, cafés e pubs. Ele apareceu em um episódio da série de televisão de Orlando como um figurante Mod[1] .

Na idade de nove anos, Bolan recebeu de presente sua primeira guitarra e começou uma banda de skiffle, pouco depois, aos quinze anos, ele deixou a escola "por consentimento mútuo" (foi expulso). Entrou para uma agência de modelos, aparecendo em catálogos de roupas para a lojas de moda masculina, como modelo de ternos, e para os recortes de papelão que eram exibidos nas vitrines das lojas. A revista inglesa "TOWN" o caracterizado como um dos primeiros exemplos do movimento Mod em uma sessão de fotos com um par de outros "rostos"[1] .

Marc Feld havia mudado seu nome para Toby Tyler quando conheceu e foi morar com o filho ator Allan Warren, que se tornou seu primeiro agente. Warren viu o potencial de Toby Tyler que passavam horas sentado de pernas cruzadas no chão tocando seu violão. Warren, em seguida, levou-o para o fotógrafo Michael McGrath e encomendou uma série de fotografias, contratou um estúdio de gravação e produziu o primeiro registro de Bolan, uma faixa com a canção "Blowing in the wind" de Bob Dylan. Também uma versão de Betty Everett da canção "You're No Good", que mais tarde foi apresentado à EMI para um teste de audição, mas eles recusaram o então Toby Tyler. Warren mais tarde vendeu o contrato de Marc e suas gravações por £200,00 (duzentas libras) para o seu senhorio, o magnata David Kirch, em troca de três meses de aluguel. Kirch estava muito ocupado com seu império imobiliário para fazer qualquer coisa por Bolan. Um ano depois, a mãe de Marc o empurrou para dentro do escritório de Kirch e gritou com ele dizendo que não tinha feito nada por seu filho. Ela pediu para ele rasgar o contrato e de bom grado, ele rasgou[2] .

As fitas produzidas durante a sessão de gravação de Toby Tyler desapareceram do pensamento e da mente por mais de vinte e cinco anos até ressurgirem em 1991 e serem vendidas por cerca de oito mil dólares. Sua eventual libertação em CD em 1993 disponibilizou a primeira gravação conhecida Marc Bolan[3] .

Depois de mudar o seu nome novamente para Marc Bolan (via Mark Bowland), enquanto na Decca Records, lançou seu primeiro single, "The Wizard". No início de 1967 seu agente Simon Napier Bell o incluiu no grupo John's Children, que alcançou algum sucesso como uma banda ao vivo, mas vendeu poucos registros. A única música da John's Children escrito por Marc Bolan, "Desdemona", foi proibido pela BBC porque sua letra tinha o verso polêmico "levante sua saia e [deixe] voar". Seu período com a banda foi breve[3] .

Bolan alegou ter passado tempo com um mago em Paris, que supostamente lhe passou conhecimentos secretos e o pôde levitar. O tempo gasto com ele foi muitas vezes aludido, mas permaneceu "mítico", na realidade, o mago foi provavelmente o ator amerciano Riggs O'Hara, com quem Bolan fez uma viagem a Paris em 1965. Pouco tempo depois, sua composição decolou e ele começou a escrever muitas das neo-canções românticas que iriam aparecer em seu primeiro álbum com o duo de folk rock Tyrannosaurus Rex[3] .

O 16 de setembro de 1977, Bolan retornava de um restaurante a sua casa em Londres, em um Mini, que era dirigido por sua amiga, Gloria Jones. Gloria perdeu o controle bruscamente e o coche colidiu com uma árvore. Ela sofreu ferimentos e Bolan faleceu. A causa do acidente foi que um pneu não tinha a pressão correta. Hoje, o local do acidente, em Barnes, Londres, é um abside a sua memoria.

Referências

  1. a b 70s Glam Rock: "Marc Bolan"
  2. Allan Warren. The confessions of a society photographer. [S.l.]: Jupiter, 1976. ISBN 0-904041-68-9 ISBN 978-0-904041-68-2.
  3. a b c Fã Clube de Marc Bolan: Biografia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Oficiais
Informações
Ícone de esboço Este artigo sobre guitarristas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.