Marcelo Torcuato de Alvear

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marcelo Torcuato de Alvear
20º presidente da Argentina Argentina
Período de governo 12 de outubro de 1922
a 12 de outubro de 1928
Antecessor(a) Hipólito Yrigoyen
Sucessor(a) Hipólito Yrigoyen
Vida
Nascimento 4 de outubro de 1868
Buenos Aires, Argentina
Morte 23 de março de 1942 (73 anos)
Don Torcuato, Província de Buenos Aires, Argentina
Dados pessoais
Primeira-dama Regina Pacini de Alvear
Partido Unión Cívica Radical
Profissão Advogado

Máximo Marcelo Torcuato de Alvear Pacheco (Buenos Aires, 4 de outubro de 1868 - Don Torcuato, 23 de março de 1942), mais conhecido como Marcelo T. de Alvear, foi um político argentino, presidente do país entre 1922 e 1928.

Líder da facção antipersonalista da União Cívica Radical (UCR), opositora a Hipólito Yrigoyen. Em contraste com o estilo popular de Yrigoyen, Alvear pertenceu à "aristocracia" bonaerense, sem nunca tentar esconder isso.

Durante seu governo a economia argentina apresentou uma fraca performance. Durante o segundo mandato de Yrigoyen, Alvear ganhou o controle do partido e liderou uma frustrada oposição aos governos conservadores que se seguiram, incluindo a falha Revolução de 1932. Como resultado, foi preso e deportado para a Europa. Concorreu à presidência novamente em 1937, mas foi vítima da chamada "Fraude Patriótica". [carece de fontes?]


Precedido por
Hipólito Yrigoyen
Presidente da Argentina
1922 — 1928
Sucedido por
Hipólito Yrigoyen