Marco Horácio Pulvilo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde abril de 2010).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.

Marco Horácio Pulvilo (em latim Marcus Horatius Pulvillus) foi um cônsul romano do século VI a.C pertencente à família Patrícia dos Horácios. O historiador Dionísio de Halicarnasso enfatiza a participação de Marco Horácio na expulsão de Tarquínio, o Soberbo de Roma.

A maioria das fontes sobre Marco Horácio o apntam como um dos cônsules do primeiro ano da República (509 aC), após a queda de Lucius Junius Brutus, a morte dentro de alguns dias de Lucrécio espúrias Tricipitino e o banimento de Tarquínio Colatino.

Foi colega de Publius Valerius Publicola, que também participou do segundo consulado (507 aC).

As fontes clássicas também mencionam Marco Horácio como o cônsul que consagrou o templo de Júpiter, construída pelos últimos reis de Roma, no Capitólio.