Marco Túlio Cícero Minor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Marco Túlio Cícero (Marcus Tullius Cicero), chamado de Cicero Minor, foi o filho de Cícero (Marcus Tullius Cicero).

Sua família, segundo algumas versões, descendia de Tullus Attius, rei dos Volscos.[1] Sua avó materna se chamava Helvia, era de uma boa família.[2]

Ele teve uma irmã, Túlia, filha de Cícero [3] e Terência,[carece de fontes?] que morreu no sobreparto.[4]

Cícero, seu pai, era um inimigo de Marco Antônio, que enviou assassinos contra Cícero; depois de morto ele teve a cabeça e as mãos decepadas.[5] Cícero Minor escapou de ser assassinado, pois havia sido enviado à Grécia por Bruto [6] ou pelo próprio Cícero (que havia antecipado problemas);[7] Quinto, irmão de Cícero, foi assassinado junto de seu filho.[6]

Cícero Minor uniu-se a Bruto, e depois da morte de Bruto a Sexto Pompeu.[7] Otaviano, como uma forma de desculpas por haver traído Cícero, nomeou Cícero Minor como pontifex, cônsul e procônsul da Síria.[7]

Quando Otaviano finalmente derrotou Marco Antônio e se tornou cônsul, ele escolheu o filho de Cícero para ser cônsul com ele; em seu consulado, o Senado derrobou as estátuas de Antônio, anulou suas honras e proibiu que qualquer Antonii usasse o nome Marcus.[8]

Referências

  1. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Cícero, 1.2
  2. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Cícero, 1.1
  3. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Cícero, 41.8
  4. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Cícero, 41.7
  5. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Marco Antônio, 20.2
  6. a b Apiano, História Romana, Livro IV, 20
  7. a b c Apiano, História Romana, Livro IV, 51
  8. Plutarco, Vidas Paralelas, Vida de Cícero, 49.6