Marco de Vargas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marco de Vargas
Marco de Vargas - Fox Sports Brasil.jpg
Marco de Vargas
Nascimento 07 de Abril de 1973 (41 anos)
Porto Alegre, RS
 Brasil
Ocupação Jornalista e Locutor Esportivo
Principais trabalhos Fox Sports Brasil
PFC
SPORTV
TVCOM

Marco Aurélio Martins de Vargas (Porto Alegre, 7 de abril de 1973), conhecido profissionalmente como Marco de Vargas, é um jornalista, radialista e locutor esportivo brasileiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ao narrar futebol, Marco de Vargas se caracteriza e é conhecido por utilizar o bordão "É rede!" no momento do gol. Atualmente faz parte do cast de profissionais do canal esportivo Fox Sports Brasil, atuando como narrador exclusivo do canal.

Começou na carreira ainda muito jovem, antes mesmo de se profissionalizar, no interior de São Paulo e do Paraná trabalhando para emissoras de rádio em AM e FM. Atuou em várias funções na comunicação escrita e falada, com destaque para a apresentação de programas e, principalmente, a locução esportiva de diversas modalidades primeiramente no rádio e posteriormente na televisão.

No começo da carreira utilizou alguns pseudônimos, até adotar o nome profissional de "Marco Aurélio", passando para "Marco Aurélio Vargas" e posteriormente chegando ao atual "Marco de Vargas", desde 2007.[1]

Embora seja gaúcho de nascimento e tenha começado a carreira no rádio, Marco de Vargas teve apenas três passagens por emissoras gaúchas, sempre no esporte: entre 2001 e 2002 na Rádio LBV AM de Porto Alegre, entre 2002 e 2004 na extinta Rádio Metrô FM (atual Rádio Gaúcha FM) de Porto Alegre[2] e entre 2004 e 2006 na Rádio Independente AM de Lajeado.[3]

No ano de 2005, Marco foi selecionado dentre centenas de candidatos de todo o Brasil e participou da primeira Oficina de Narradores[4] da Rede Globo e do Sistema Globo de Rádio, no Rio de Janeiro, sob a direção de Luiz Fernando Lima, na época diretor de esportes da TV GLOBO e posteriormente diretor da Central Globo de Esportes (CGESP). Um dos seus colegas de Oficina na Globo foi o também jornalista Britto Júnior,[5] atualmente na Rede Record.

No Grupo RBS, sua base profissional na televisão, desempenhou as funções de narrador esportivo e apresentador, atuando pela TVCOM, emissora de televisão em UHF da RBS no Rio Grande do Sul, além dos canais de televisão por assinatura SPORTV e PFC, da Globosat, nos mais variados eventos esportivos - desde futebol até hipismo.[6] Também emprestou a sua voz para a locução comercial da RBS TV, da TVCOM e do Canal Rural.[7]

Entre 2006 e 2010 foi o apresentador oficial da finalíssima do tradicional concurso de beleza gaúcho Garota Verão, programa exibido ao vivo pela RBS TV.[8]

No final de 2010 surgiu um boato[9] de que Marco poderia ser utilizado pela Rede Globo, numa composição com outros nomes do SPORTV.

FOX Sports[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2011 Marco de Vargas foi convidado pela Fox International Channels para formar a base de profissionais que deu início ao projeto Fox Sports Brasil, canal de esportes da News Corporation lançado no país em 5 de fevereiro de 2012 .[10] [11] [12] [13]

Foi o narrador incumbido de comandar o primeiro jogo de futebol ao vivo pela nova emissora de esportes, na aguardada pré-estreia do Fox Sports Brasil que aconteceu na noite de 25 de janeiro de 2012, com a transmissão, através de um pool entre os canais FX e Speed Channel, da partida entre Internacional de Porto Alegre x Once Caldas de Manizales pela primeira fase da Copa Libertadores da América. O jogo, que teve transmissão ao vivo para todo o Brasil, foi narrado direto do Beira-Rio por Marco de Vargas, comentado por Paulo Júlio Clement e Carlos Eugênio Simon e reportado por Fernando Caetano e Victorino Chermont.[14]

Durante a cobertura da Copa Libertadores da América de 2012, competição mais importante no início das operações do Fox Sports Brasil, Marco esteve à frente de algumas das transmissões de maior audiência do canal, como Santos x Vélez Sarsfield na fase quartas de final.[15]

Coube também a Marco de Vargas a responsabilidade de narrar ao vivo o jogo que finalizou a cobertura da Copa Libertadores da América de 2012 pelo novo canal e que marcou o título inédito do Corinthians logo no ano de estreia do Fox Sports Brasil no país. A partida entre Corinthians x Boca Juniors, na noite de 4 de julho de 2012, foi narrada no Fox Sports Brasil por Marco de Vargas, comentada por Paulo Júlio Clement e Carlos Eugênio Simon e reportada por Fernando Caetano e Victorino Chermont, direto do Estádio do Pacaembu. A cobertura do canal, neste dia, contou com a participação dos principais nomes da equipe Fox Sports Brasil e teve mais de doze horas de programação ao vivo.[16] [17]

Referências

  1. Papo de Bola. Futebol em FM Vale a Pena. Visitado em 13.07.2007.
  2. Sindicato Radialistas RS. Metropolitana: emissora FM com Futebol Show. Visitado em .11.02.2003.
  3. Futebol na Rede. Rádios parceiras Futebol na Rede. Visitado em 20.11.2005.
  4. Blog Patolino. Pimba na Gorduchinha. Visitado em 13.02.2005.
  5. Site Oficial Britto Jr.. Perfil Britto Jr.. Visitado em 29.12.2011.
  6. Coletiva.net. Onde Estão. Visitado em 28.06.2006.
  7. Coletiva.net. Onde Estão. Visitado em 14.09.2004.
  8. SULBRTV. Sérgio do Erre na Record RS. Visitado em 03.04.2009.
  9. Coluna do Flávio Ricco. Pontos Acima. Visitado em .13.11.2010.
  10. Coluna do Flávio Ricco. FOX Sports contrata mais um narrador do SporTV. Visitado em 31.12.2011.
  11. UOL Esporte. Fox Sports adianta grade através do Twitter. Visitado em 31.12.2011.
  12. Portal GAZ. Fox Sports contrata narrador Marco de Vargas. Visitado em 31.12.2011.
  13. Portal Terra. Com estréia para fevereiro, Fox Sports coleciona dúvidas. Visitado em 31.01.2012.
  14. TV Esporte Blog Yahoo!Esportes. Fox Sports Brasil ignora jogos da Libertadores que não transmite. Visitado em .26.01.2012.
  15. Keila Jimenez. Outro Canal. Visitado em .11.06.2012.
  16. FOX Sports. Final Libertadores. Visitado em .04.07.2012.
  17. Coluna do Flávio Ricco. C'est fini. Visitado em .06.07.2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]