Marcos Antônio de Araújo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Marcos Antônio de Araújo, 1.° barão e visconde de Itajubá (Diamantina, 25 de abril de 1805Wiesbaden, 6 de fevereiro de 1884) foi um advogado, professor e diplomata brasileiro.

Casou-se com Maria Cristina Josefina Adele Vaugbelle, com quem teve três filhos, incluindo Marcos Antônio de Araújo e Abreu, 2.° barão de Itajubá. Casou-se depois com Ida von Hildebrandt.

Formado na Faculdade de Direito de Olinda, onde era professor, quando foi chamado a servir no corpo diplomático, sendo representante do Brasil na Liga Hanseática, tendo depois passado por diversos postos por toda a Europa.

Agraciado barão em 6 de junho de 1867, depois visconde em 17 de julho de 1871, também agraciado com a grã-cruz da Imperial Ordem de Cristo, grande oficial da Legião de Honra da França, entre outras condecorações. Era sócio do IHGB.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.