Mardi bin Ali al-Tarsusi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mardi bin Ali al-Tarsusi foi um escritor aiúbida do século XII especialista em assuntos militares1 . Ele escreveu diversos tratados, inclusive um manual militar para Saladino em 1187. Seus escritos se mostraram fundamentais para os historiadores militares que tratam do período.

O tratado mais conhecido é intitulado Tabsirat arbab al-albab fi kayfiyat al-najah fi al-hurub min al-anwa' wa-nashr a'lam al-a'lam fi al-'udad wa-al-alat al-mu'inah 'ala liqa' al-a'da' ou "Informações para os inteligentes sobre como não se machucar em combate; e o desenrolar das bandeiras de instrução sobre os equipamentos e máquinas que ajudam nos encontros com os inimigos"2 .

Trabuco de contra-peso[editar | editar código-fonte]

O primeiro registro inequívoco escrito sobre o trabuco de contra-peso aparece na obra de Mardi, em seu manual de 1187. Ele descreveu um trabuco híbrido que ele diz ter o mesmo poder lançamento que uma máquina de tração puxada por cinquenta homens por causa da "constante força [da gravidade], enquanto que homens diferem em sua força de tração"3 .

Em seu livro "Medieval Siege", Jim Bradbury4 cita muitas vezes Mardi sobre manganelas de diversos tipos, incluindo árabes, persas e turcas, descrevendo o que poderia ser um trabuco. O livro "On the Social Origins of Medieval Institutions"5 contém citações mais detalhadas por Mardi sobre vários tipos de trabucos.

Referências

  1. Nicolle & McBride 1986:17
  2. Needham 1986:42
  3. Scott Farrell, Weaponry: The Trebuchet
  4. Jim Bradbury, Medieval Siege
  5. Philip Daileader, On the Social Origins of Medieval Institutions

Bibliografia[editar | editar código-fonte]