Maressa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Cavernas de Maressa e Bet-Guvrin nas Terras Baixas da Judeia como um microcosmo da terra das cavernas *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

PikiWiki Israel 1762 Archeological sites of Israel המערה הפולנית.JPG
Interior da caverna
País  Israel
Tipo Cultural
Critérios v
Referência 1370
Região** Ásia e Oceania
Coordenadas 31° 35' 35" N 34° 53' 54" E
Histórico de inscrição
Inscrição 2014  (38ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

Tel Maressa também chamada Maressa, é um sítio antigo nas planícies do sul de Israel. Foi também o nome de uma cidade de Israel nos tempos bíblicos, era a vigia de Israel, localizada no topo da montanha, então significava: "Aquela que vê", pois quando os inimigos estavam próximos a cidade de Maressa, os sentinelas avisavam a Israel.

Maressa, nome de origem hebraica, mencionado na Bíblia nos livros de Josué e Crônicas, significa: na frente; principal; líder; aquela que vai à frente; vitoriosa; a mais bela. No contexto bíblico, é o nome de uma cidade da herança de Judá. Essa cidade foi fortificada por Roboão, rei de Judá, um dos filhos do rei Salomão. O nome Maressa como outros, tais como Quelita e Elizama, nas histórias bíblicas são nomes masculinos. Não existe registro de nenhuma mulher chamada Maressa na Bíblia; o livro das crônicas cita Maressa como sendo o pai de Hebrom.

UNESCO[editar | editar código-fonte]

As cavernas de Maressa e Bet-Guvrin nas Terras Baixas da Judeia como um microcosmo da terra das cavernas foram incluídas na lista de patrimônio Mundial da UNESCO por "testemunharem a cultura regional e sua evolução por mais de 2.000 anos, desde o Século VIII a.C., quando Maressa, a mais velha de duas cidades, foi construída, na época dos Cruzados"[1]

Referências

  1. Maresha e Bet-Guvrin. Visitado em 29/10/2014.
  • Bíblia Sagrada
  • Pequena Enciclopédia Bíblica.