Margaret Sanger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Margaret Sanger
Retrato de Margaret Sanger no ano de 1922.
Nome completo Margaret Louise Higgins
Nascimento 14 de setembro de 1879
Corning, em Nova Iorque
Morte 6 de setembro de 1966 (86 anos)
Tucson, no Arizona
Nacionalidade  Estados Unidos
Cônjuge William Sanger (1902-1913)
James Noah H. Slee (1921-1966)
Ocupação Ativista do controle de natalidade

Margaret Louise Higgins (Corning, 14 de setembro de 18796 de setembro de 1966) foi uma enfermeira,sexologa e feminista ativista norte americana do controle de natalidade como método de controle populacional e para evitar nascimentos de crianças com doenças hereditárias graves. Embora seja frequentemente criticada por suas opiniões eugênicas como a proposta de incentivar o aborto em mulheres afro-descendentes para reduzir a população negra dos Estados Uni, permanece um ícone da luta por direitos reprodutivos e liberdade de expressão.

Em 1916 fundou a primeira clínica de aborto dos Estados Unidos, tendo sido inclusive presa por distribuir informações sobre contracepção. Porém, conseguiu grande apoio para a causa e se envolveu com diversas organizações de caráter nacional e internacional, inclusive uma clínica no Harlem com equipe totalmente feminina e afro-descendente.

Foi presidente da 'International Planned Parenthood Federation', de 1952 a 1959, que tinha sede na Índia, e faleceu em 1966, sendo considerada por muitos como a fundadora do moderno movimento do controle de natalidade.

Sanger, no entento,é lembrada também por seu envolvimento direto com a Klu Klux Klan, embora isso tenha ocorrido num evento supostamente isolado, voltado às mulheres do grupo em Nova Jersey. Suas opiniões sobre eugenia, que eram relativamente preconceituosas, são frequentemente invocadas.

Em Um Plano para a Paz (1932), p. 106, Sanger propôs a criação de um departamento no Congresso Americano para:

Manter as portas da imigração fechadas à entrada de certos estrangeiros cuja condição seja reconhecidamente prejudicial à força da raça, tais como retardados mentais e disléxicos, idiotas, lentos, loucos, portadores de sífilis, epiléticos, criminosos, prostitutas profissionais e outros nesta classe barrados pela lei de imigração de 1924. Sanger, "A Plan For Peace", Birth Control Review, April 1932, p. 106

E, seguindo:

Aplicar uma estrita e rígida política de esterilização e segregação àquele grau da população cuja prole já seja manchada por algum defeito ou cujas características genéticas passadas de pai para filho sejam tais que traços censuráveis possam ser transmitidos aos descendentes. Sanger, "A Plan For Peace", Birth Control Review, April 1932, p. 106

Apesar disso, Sanger ironicamente era contrária ao aborto,mesmo sendo a responsável pela primeira clinica de aborto dos Estados Unidos ,ela o considerava muito perigoso para as mulheres, além de ser ilegal na época. Seus esforços no sentido da contracepção, que incluíram a obtenção de financiamento para pesquisas que levariam à criação da pílula, tinham como foco tornar o aborto menos necessário.

Ao fundar a Liga Americana de Controle de Natalidade, em 1921, com vista a tornar o planejamento familiar mais acessível à classe média, ela incorporou aos princípios fundadores os seguinte dizeres.

Nós sustentamos que as crianças devem ser (1) Concebidas em amor (2) Nascidas de um desejo consciente da mãe (3) E geradas apenas em condições que possibilitem uma descendência sadia. Assim, sustentamos que toda mulher deve possuir a liberdade e o poder de prevenir a concepção até que essas condições sejam satisfeitas.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.