Margarida da Dinamarca, Rainha da Escócia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Margarida Oldemburgo)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
representação de Jaime e Margarida, rei e rainha da Escócia.

Margarida de Oldemburgo(em dinamarquês: Margrethe von Oldenburg) (23 de junho de 145614 de julho de 1486) foi uma princesa da Dinamarca e rainha da Escócia.

Era filha do rei Cristiano I da Dinamarca, Noruega e Suécia e de Doroteia de Hohenzollern.

Casou-se, em 13 de julho de 1469, com o rei Jaime III da Escócia. Seu pai, o rei Cristiano, havia prometido um dote extraordinário para ela. Entretanto, como estava sem recursos, as Órcadas e as ilhas Shetland, possessões da Coroa Norueguesa, foram prometidas como segurança até que o dote fosse pago.

Na época, William Sinclair, 1o conde de Caithness era o nórdico conde das Órcadas. Em 1473, Jaime III lhe outorgou o castelo e as terras de Ravenscraig, em Fife, em troca de todos os direitos dele sobre o condado das Órcadas, que, por um ato do Parlamento da Escócia, passado em 20 de fevereiro de 1472, foi anexado à Coroa Escocesa.

Margarida e Jaime tiveram três filhos:

Morreu aos trinta anos, no Castelo de Stirling; seu corpo foi sepultado na Abadia de Cambuskenneth, Stirlingshire.


Precedida por:
Maria de Gueldres
Rainha da Escócia
13 de julho de 1469; 14 de julho de 1486
Sucedida por:
Margarida Tudor