Maria (bolacha)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Bolacha Maria.

A bolacha Maria é um tipo muito popular de doce feito com farinha de trigo, açúcar, óleo e essência de baunilha.

O nome "Maria" (ou "Marie" em outras línguas) está gravado na superfície, com desenhos intrincados na orla. Enquanto o Rich Tea, um tipo de biscoito inglês, é o mais popular no Reino Unido, é a bolacha Maria que faz as delícias em outros países, em particular, Portugal, México, Austrália, Brasil, Índia, África do Sul e Espanha.

Esta bolacha pode ser consumida como um sanduíche com manteiga ou leite condensado, ou cobri-las com mel, geleia ou marmelada. A bolacha Maria é muito popular entre as crianças, sendo especialmente dada a bebés, depois de desfeita em leite. É também um ingrediente utilizado na confecção de receitas de sobremesas.

História[editar | editar código-fonte]

A bolacha Maria foi criada em 1874 por um padeiro inglês para comemorar o casamento da grã-duquesa Maria Alexandrovna da Rússia com o Duque de Edinburgo.

Foi muito popular na Guerra Civil Espanhola, durante a qual foi considerada símbolo da prosperidade da economia ao ser produzida com os excedentes de trigo.[1]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.