Maria Imaculada de Bourbon e Duas Sicílias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Maria Imaculada de
Bourbon-Duas Sicílias
Princesa das Duas Sicílias
Arquiduquesa da Áustria
Cônjuge Carlos Salvador da Áustria
Descendência
Maria Teresa
Leopoldo
Francisco
Carolina Maria
Isabel
Alberto
Maria Antônia
Maria Imaculada
Rainier
Henriqueta
Fernando
Nome completo
Maria Imaculada Clementina de Bourbon e Duas Sicílias
Casa Bourbon-Duas Sicílias
Pai Fernando II das Duas Sicílias
Mãe Maria Teresa Isabel da Áustria
Nascimento 14 de Abril de 1844
Nápoles, Reino das Duas Sicílias
Morte 18 de fevereiro de 1899 (54 anos)
Viena, Império Austro-Húngaro
Enterro Cripta Imperial de Viena, Viena, Áustria

Maria Imaculada de Bourbon e Duas Sicílias (em italiano: Maria Immacolata Clementina, Principessa di Borbone delle Due Sicilie), (Nápoles, 14 de abril de 184418 de fevereiro de 1899) foi a quinta criança e segunda filha de Fernando II das Duas Sicílias e da sua esposa, a Arquiduquesa Maria Teresa da Áustria. Através do seu casamento com o Arquiduque Carlos Salvador da Áustria, Príncipe da Toscana, Maria Imaculada tornou-se Arquiduquesa da Áustria e Princesa da Áustria, Hungria, Croácia e Boémia. Era uma Dama da Ordem da Estrela.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Maria Imaculada era modesta e reservada na sua infância e o seu pai chamava-a de "Petitta". A sua mãe, Maria Teresa, detestava festas e a vida da corte, preferindo dedicar-se aos seus filhos e à costura. Após a queda do Reino das Duas Sicílias durante a Expedição dos Mil, a família real fugiu para Roma onde passou a residir no Palácio do Quirinal a convite do Papa Pio IX.

Casamento e filhos[editar | editar código-fonte]

Maria Imaculada casou-se com o Arquiduque Carlos Salvador da Áustria, quinta criança e segundo filho de Leopoldo II, Grão-duque da Toscana e da sua esposa, a Princesa Maria Antónia das Duas Sicílias, no dia 19 de setembro de 1861 em Roma. Maria Imaculada e Carlos Salvador tiveram dez filhos:

Nome Nascimento Morte Observações
Maria Teresa da Áustria 18 de setembro de 1862 10 de maio de 1930 casou com o Arquiduque Carlos Estêvão da Áustria; com descendência.
Leopoldo Salvador da Áustria 15 de outubro de 1863 4 de setembro de 1931 casado com a Infanta Branca de Espanha; com descendência.
Francisco Salvador da Áustria 21 de agosto de 1866 20 de abril de 1939 casou com a Arquiduquesa Maria Valéria da Áustria;com descendência. Casou-se depois com a plebeia Melanie Freiin von Riesenfels; sem descendência.
Carolina Maria da Áustria 5 de setembro de 1869 12 de maio de 1945 casada com Augusto Leopoldo de Saxe-Coburgo e Bragança; com descendência.
Alberto Salvador 22 de novembro de 1871 27 de fevereiro de 1896 não se casou nem teve filhos.
Maria Antónia 18 de abril de 1874 14 de janeiro de 1891 morreu aos 16 anos sem descendência.
Maria Imaculada da Áustria 13 de setembro de 1878 25 de novembro de 1968 casada com o Duque Roberto de Württemberg; sem descendência.
Rainer Salvador da Áustria 27 de fevereiro de 1880 4 de maio de 1889 morreu aos 9 anos; sem descendência.
Henriqueta da Áustria 20 de fevereiro de 1884 13 de agosto de 1886 morreu aos 2 anos de idade; sem descendência.
Fernando Salvador da Áustria 2 de junho de 1888 28 de julho de 1891 morreu aos 3 anos de idade; sem descendência.

Últimos anos[editar | editar código-fonte]

Maria Imaculada era conhecida pela sua beleza. Foi incluída no álbum de fotografias de mulheres belas da Imperatriz Isabel da Áustria. Devido ao facto de o marido de Maria Imaculada lhe dar um colar de pérolas de cada vez que ela estava grávida, a Imperatriz Isabel brincava com ela, chamando a família dos "Mergulhadores de Pérolas". Eventualmente a filha mais nova de Isabel casou-se com um dos filhos de Maria, Francisco Salvador.

Referências[editar | editar código-fonte]