Maria Teresa da Sicília

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.


Maria Teresa da Sicília
Imperatriz do Sacro Império Romano-Germânico
Arquiduquesa da Áustria
Governo
Reinado 1 de março de 17922 de março de 1807
Consorte Francisco I da Áustria
Antecessor Maria Luísa da Espanha
Casa Real Bourbon, Habsburgo
Vida
Nome completo Maria Teresa de Bourbon-Duas Sicílias
Nascimento 6 de junho de 1772
Nápoles
Morte 13 de abril de 1807 (34 anos)
Hofburg, Viena, Áustria
Sepultamento Cripta Imperial de Viena
Pai Fernando I das Duas Sicílias
Mãe Maria Carolina de Áustria

Maria Teresa da Sicília ou Maria Teresa de Bourbon, nome completo: Maria Teresa de Bourbon-Duas Sicílias (6 de junho de 177213 de abril de 1807) foi princesa das Duas Sicílias e imperatriz da Alemanha de 1792 a 1806 e também da Áustria de 1806 a 1807.

Maria Teresa era filha de Carolina de Habsburgo-Lorena, arquiduquesa de Áustria e de Fernando I das Duas Sicílias. Era neta materna de Maria Teresa de Habsburgo e de Francisco I da Germânia, sendo por isso sobrinha de Maria Antonieta, José II e de Leopoldo II e neta paterna de Carlos III de Espanha e de Maria Amália de Saxe.

Casou-se em 1790 com o seu primo Francisco, arquiduque da Áustria (futuro imperador Francisco I da Áustria), filho da infanta Maria Luísa de Bourbon, infanta de Espanha (sua tia, irmã de sei pai) e de Leopoldo II, Imperador da Alemanha (seu tio, irmão de sua mãe). Enviuvara de Elisabeth Guilhermina Luísa de Wiurtemberg (casados desde 6 de janeiro de 1788).

Posteridade[editar | editar código-fonte]

Maria Teresa, princesa das Duas Sicílias, faleceu em Viena, em 13 de Abril de 1807, por complicações seguidas ao parto de Amália. Tinha 35 anos.

Seu marido casar-se-á então com sua terceira esposa, Maria Ludovica, em 6 de janeiro de 1808.