Maria de Portugal, Duquesa de Parma e Placência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Maria de Portugal
Duquesa de Parma
Reinado 11 de novembro de 1565 - 7 de setembro de 1577
Cônjuge Alexandre Farnésio, Duque de Parma
Casa Dinastia de Avis
Pai Duarte de Portugal, 4.º Duque de Guimarães
Mãe Isabel de Bragança
Nascimento 12 de agosto de 1538
Paço da Ribeira, Lisboa, Reino de Portugal e Algarves
Morte 7 de setembro de 1577 (39 anos)
Parma, Ducado de Parma, Itália
Religião Cristianismo
Realeza Portuguesa
Casa de Avis
Descendência
Ordem Avis.svg

Maria de Portugal ou Maria de Guimarães(12 de Agosto de 1538 - 7 de Setembro de 1577) foi infanta de Portugal e duquesa-consorte de Parma e Piacenza, era filha do infante D. Duarte I, 4.º Duque de Guimarães e de sua esposa, Isabel de Bragança, sendo por via paterna neta do rei Manuel I de Portugal.

Casou com Alexandre Farnésio, Duque de Parma e Piacenza, em 11 de Novembro de 1565 em Bruxelas. Desse casamento nasceram três filhos:

  • Rainúncio (28 de Março de 1569 - 5 Março de 1622), sucedeu a seu pai como Duque de Parma e foi um dos putativos herdeiros ao trono português durante a crise de 1580 (dado ser bisneto do rei D. Manuel). Casou em 1600 com Margarida (Margherita) Aldobrandini; com geração.
  • Margarida (Margherita) (7 de Novembro de 1567 - 13 de Abril de 1643), casou em 1581 com Vincenzo I Gonzaga, Duque de Mântua, sem geração;
  • Eduardo (Odoardo) (7 de Dezembro de 1573 - 21 de Fevereiro de 1626), tornou-se Cardeal.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.