Maria de Portugal, Duquesa de Parma e Placência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde março de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Bottega di Anthonis Mor - Ritratto di Maria di Portogallo.jpg
Realeza Portuguesa
Casa de Avis
Descendência
Ordem Avis.svg

Maria de Portugal (ou Maria de Guimarães; nasceu em 12 de Agosto de 1538 e faleceu em 7 de Setembro de 1577, infanta de Portugal e duquesa-consorte de Parma e Piacenza, era filha do infante D. Duarte I, 4.º Duque de Guimarães e de sua esposa, Isabel de Bragança, sendo por via paterna neta do rei Manuel I de Portugal.

Casou com Alexandre Farnésio, Duque de Parma e Piacenza, em 11 de Novembro de 1565 em Bruxelas. Desse casamento nasceram três filhos:

  • Rainúncio (28 de Março de 1569 - 5 Março de 1622), sucedeu a seu pai como Duque de Parma e foi um dos putativos herdeiros ao trono português durante a crise de 1580 (dado ser bisneto do rei D. Manuel). Casou em 1600 com Margarida (Margherita) Aldobrandini; com geração.
  • Margarida (Margherita) (7 de Novembro de 1567 - 13 de Abril de 1643), casou em 1581 com Vincenzo I Gonzaga, Duque de Mântua, sem geração;
  • Eduardo (Odoardo) (7 de Dezembro de 1573 - 21 de Fevereiro de 1626), tornou-se Cardeal.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.