Marie Adolphe Carnot

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marie-Adolphe Carnot

Marie Adolphe Carnot nasceu em Paris em 27 de janeiro de 1839 , e faleceu em 20 de junho de 1920. Foi químico , engenheiro de minas e político francês. Veio de uma distinta família: seu pai, Hippolyte Carnot, e mãe, Marie François Sadi Carnot, eram políticos. Sobrinho do famoso físico Nicolas Léonard Sadi Carnot (1796 - 1832), e irmão de Marie François Sadi Carnot (18371894), último Presidente da Terceira República Francesa.

Graduou-se na École Polytechnique em 1860. Iniciou a carreira de professor na École des Mines em 1868, depois de um período como engenheiro perto de Limoges. Em 1881 foi Engenheiro Chefe de Minas, e em 1894 Inspetor Geral de Minas, tornando-se decano da “École Nationale des Mines” em 1901, posto em que permaneceu até 1907. Além dos postos administrativos e de ensino, escreveu um tratado sobre análise química dos minerais (Traité d'analyse des substances minérales, publicado em 1898). O mineral de urânio carnotita foi nomeado em sua homenagem.

Em 1884 tornou-se membro da Academia da Agricultura e, em 1895 tornou-se membro da Academia de Ciências. Foi Comandante da Legião de Honra, e ocupou diversos cargos políticos.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.