Marie François Xavier Bichat

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marie François Xavier Bichat
Anatomia e fisiologia
Nacionalidade França Francês
Nascimento 14 de novembro de 1771
Local Thoirette
Morte 22 de julho de 1802 (30 anos)
Local Paris
Atividade
Campo(s) Anatomia e fisiologia
Instituições Hôtel-Dieu de Paris

Marie François Xavier Bichat (Thoirette, 14 de novembro de 1771Paris, 22 de julho de 1802) foi um anatomista e fisiologista francês.

Bichat é melhor lembrado como o pai da moderna histologia e patologia. Apesar do fato de que ele ter trabalhado sem um microscópio ele foi capaz de fazer avançar significativamente a compreensão do corpo humano. Ele foi o primeiro a introduzir o conceito de tecido como entidades distintas. Ele sustentou que doenças atacavam os tecidos em vez de todo órgão. Bichat é uma das figuras mais marcantes do vitalismo, corrente filosófica que se expandiu por Europa como reação ante o materialismo mecanicista que tinha imperado durante a primeira parte do século XVII. Bichat defendeu a irreductibilidade da vida à matéria inerte.

É um dos 72 nomes na Torre Eiffel.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre médicos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.