Mario Terán

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde julho de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

Mario Terán foi o sargento do Exército boliviano escolhido para realizar a execução do revolucionário marxista Che Guevara em 9 de outubro de 1967.

Mario Terán é casado e tem cinco filhos, e vive secretamente no Paraguai sob o pseudônimo de "Pedro Salazar". Alguns especulam que ele tem um acordo com a CIA dos EUA, que o estaria concedendo proteção, outros acreditam que ele tem medo de uma unidade de Cuba em busca de vingança.