Marisa Orth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Marisa Orth
Marisa Orth
Nome completo Marisa Domingos Orth
Nascimento 21 de Outubro de 1963 (50 anos)
Nacionalidade Brasil brasileira
Ocupação Atriz (1987-atualmente)
Cantora (anos '80-atualmente)
Apresentadora (2002)
IMDb: (inglês)

Marisa Domingos Orth (São Paulo, 21 de outubro de 1963) é uma conhecida atriz, cantora, humorista e apresentadora brasileira.

Biografia & Carreira[editar | editar código-fonte]

Quando criança fez balé clássico e foi nadadora do Clube Pinheiros de São Paulo, conquistando o Campeonato Paulista duas vezes. [1]

Marisa Orth é formada em psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e em interpretação pela Escola de Arte Dramática (EAD-USP), tendo cursado as duas ao mesmo tempo, uma pela manhã e a outra à noite.[1] Marisa tem um filho chamado João Antônio com o seu ex-marido o empresário Evandro Pereira.

Sua primeira telenovela foi Rainha da Sucata, porém atingiu o sucesso com o programa Sai de Baixo.[1] Em 1997, Marisa Orth posou nua para a Playboy. A capa da edição dizia: "Marisa Orth, a Magda de 'Sai de Baixo'". Logo depois, Marisa interpretou Cleópatra no video-game infantil Gustavinho e o Enigma da Esfinge.

Apresentou os primeiros episódios do Big Brother Brasil 1, ao lado de Pedro Bial, que depois ficou como único apresentador. Marisa foi tirada do programa por dizer coisas que não devia para os participantes do programa.

Em 2006, a personagem Magda, que Marisa Orth interpretou no sitcom Sai de Baixo da Rede Globo, foi eleita pelo site "Top Of Business Brasil" como a melhor personagem de humor da televisão brasileira. Na votação (que recebeu aproximadamente 1,5 milhão de votos), Magda recebeu 15% dos votos do público. Em segundo lugar ficou Barbosa, personagem interpretado por Ney Latorraca no extinto TV Pirata, com 13%. Em terceiro, aparecia Caco Antibes, personagem de Miguel Falabella, também do Sai de Baixo, com 9% dos votos. Na votação, participavam mais de 50 personagens de humor da televisão brasileira.

No segundo semestre de 2007, Marisa Orth entra para o elenco do sitcom Toma Lá Dá Cá, da Rede Globo. Marisa encerrou com a personagem assim que a série teve o seu término, dois anos e meio mais tarde, em dezembro de 2009. No primeiro semestre de 2010 ela estreia na nova série da Rede Globo, S.O.S. Emergência, intrepretando a Dra. Michele, uma médica pra lá de maluca.

Em 2013, voltou às telenovelas em Sangue Bom, no horário das sete, como a desequilibrada e ricaça Damáris Carmim. Gravou, ao mesmo tempo, um compacto de quatro novos episódios da nova temporada da série Sai de Baixo, depois de onze anos, no Canal Viva, para comemorar o aniversário da emissora.

Teatro[editar | editar código-fonte]

Em 22 de janeiro de 2010, Marisa estreou a peça "O Inferno Sou Eu", no "Teatro Jaraguá" (Bela Vista - SP), sobre a vida da esposa do filósofo francês Simone Beauvoir, no Teatro Jaraguá. A peça foi prolonga até o final de 2010 e levada para fora da cidade de São Paulo. Tem curadoria de Beto Amaral e Pedro Igor Alcântara, que comemoram o sucesso do filme "Insolação", um retrato de histórias de amores impossíveis.

A atriz estreou, em 2 de março de 2012 no "Teatro Abril", o musical: A Família Addams; ao lado do ator e cantor, Daniel Boaventura. Marisa viverá Mortícia Addams na versão do musical da Broadway "The Addams Family". Daniel Boaventura interpreta Gomez.[2]

Em 21 de março de 2014, Marisa Orth estreou ao lado de seu parceiro de longa data, Miguel Falabella, a peça teatral O Que o Mordomo Viu?, com versão brasileira e direção do próprio Miguel Falabella. A peça é ambientada em uma clínica psiquiátrica. O reencontro entre os dois atores no palco ocorreu de maneira inesperada. Marisa Orth veio substituir a atriz Arlete Salles, afastada por problemas de saúde. "O convite foi fruto de uma situação emergência. Fiz um intervenção de 10 dias, então ela [a peça] já veio com uma dose de adrenalina", explicou Marisa, em entrevista.[3]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Em menos de quatro meses, Marisa Orth volta para a TV, interpretando a Dra. Michele, no seriado S.O.S. Emergência, que teve sua estreia na grade da Rede Globo em 4 de abril de 2010.

A série conta a história da inusitada rotina dos profissionais do "Hospital Isaac Rosenberg", trazendo humor às relações entre médicos e pacientes. Os personagens da série trabalham no hospital e recebem, a cada episódio, pacientes variados.

Em 2011, Marisa tinge os cabelos de louro para viver sua nova personagem, Valéria, no seriado Macho Man, que com sua primeira temporada, teve estréia em 8 de abril de 2011 e seu término em 8 de julho de 2011. A segunda temporada teve início em 4 de novembro de 2011. Sua personagem é uma ex-gorda que aprende a se adaptar ao novo corpo, na mesma medida que seu amigo Nelson (Jorge Fernando) procura se adaptar a nova sexualidade, garantindo boas risadas ao público.

Em 2013, Marisa volta às telas na nova (8ª) temporada do sitcom, Sai de Baixo, onze anos após a última. Logo após, integra o elenco da telenovela Sangue Bom, que teve estreia no dia 29 de abril de 2013. Sua personagem é Damáris, uma perua brega e dissimulada que fará de tudo para reconquistar o ex-marido Wilson (Marco Ricca).

Cinema[editar | editar código-fonte]

No dia 4 de dezembro de 2009, estreou nos cinemas, o filme É Proibido Fumar, em que há participação de Marisa.

O filme conta a história de uma professora de violão fumante que começa a namorar seu vizinho, um músico de churrascaria e por ele larga o cigarro. Mas a sua crise de abstinência será apimentada pelas saudades que ele sente da ex-mulher, uma carioca que é modelo de mão. Há também uma participação da cantora Pitty no longa.

Marisa Orth concorre ao Prêmio Contigo! de Cinema na categoria Melhor Atriz Coadjuvante em É Proibido Fumar.

Cantora[editar | editar código-fonte]

Como cantora, foi integrante das bandas Luni nos anos 80 e Vexame entre 1989 e 2007. Em 1990 ganhou o prêmio APCA de Melhor Revelação Feminina pela interpretação da personagem Nicinha na telenovela Rainha da Sucata.

Já em 2009, Marisa lança o álbum solo, Romance Vol. II, que foi resultado do show de mesmo nome, o musical Romance Volume II (realizado com 60 concertos), da atriz e cantora Marisa Orth, e que, de tanto sucesso do musical, acabou virando disco e considerada como sua primeira turnê. O álbum foi lançado em 13 de agosto de 2009. (Obs.: Não existe o álbum ou o musical chamado "Romance Volume 1")

Dona de voz quente e sensual (o tipo vocal é mezzo-soprano), Marisa mostra repertório eclético que vai de Tom Jobim ("Demais") a banda de soft rock 10cc (I'm Not in Love), passando por Roberto e Erasmo Carlos ("Minha Fama de Mau"), Rita Lee ("Fruto Proibido"), Tim Maia ("Sofre") e Secos & Molhados ("Amor").

O CD tem participações de Edgard Scandurra, Natália Barros, Théo Werneck e Fernando Figueiredo, estes três últimos, seus companheiros do Luni, grupo paulistano dos anos 1980, que ela revive cantando dois sucessos deles "Oi" e "The Best".

Quase com dois anos com a turnê Romance Volume II, só agora, depois de seis meses do lançamento de de seu álbum Romance Vol. II, que Marisa Orth trabalha em um vídeo clipe. Já com três singles de seu CD, a canção Insanidade Temporária, foi o quarto single e primeiro videoclipe da cantora. A atriz é homenageada pelo Fan Clube (Fc Orth) (Orthíacos).

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbum de Estúdio[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

Turnê[editar | editar código-fonte]

(Participou, ainda, de turnês do grupo Luni e da banda Vexame)

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Novelas e Seriados
Ano Título Papel
2014 Dupla Identidade Silvia Veiga
2013 Sangue Bom Damáris Rabelo
2013 Sai de Baixo Magda Eugênia Luciana Mathias Salão Antibes
2011 Macho Man Valéria
2010 S.O.S. Emergência Dra. Michele
2007-2009 Toma Lá Dá Cá Rita Moreira
2007 A Grande Família (participação em alguns episódios)
2006 Bang Bang Úrsula Lane
2006 Minha Nada Mole Vida Charlene
2005 Sob Nova Direção (Episódio: Dormindo com a Inimiga) Dra. Melanie
2004 Saia Justa Apresentadora
2004 Os Aspones Anete
2003 A Diarista Aline
2003 Agora É que São Elas Vanvan (Vanilde Gadêlha)
2001-2002 Os Normais Nina/Maria Sílvia
2001 Brava Gente Vanda e Antonieta
2002 Big Brother Brasil Apresentadora
1996-2002 Sai de Baixo Magda Eugênia Luciana Mathias Salão Antibes
1995: A Comédia da Vida Privada Beatriz
1995: Você Decide (participação em alguns episódios)
1994 Vida ao Vivo Show
1992 Deus Nos Acuda Valquíria Silveira Bueno
1992 TV Pirata
1991 Mundo da Lua Monalisa
1990 Rainha da Sucata Nicinha (Eunice Moreiras)

Filmes[editar | editar código-fonte]

Filmes
Ano Título
2011 Família Vende Tudo
2009 É Proibido Fumar
2008 Maré, nossa história de amor
2003 Os normais
2002 Durval discos
2000 Almas em Chamas
1999 Por trás do pano
1998 Boleiros
1997 Doces poderes
1995 A Origem dos Bebês Segundo Kiki Cavalcanti
1995 Nelson
1994 Como fazer um filme de Amor
199 Capitalismo Selvagem
1993 3 X 4
1993 A Má Criada
1992 Tanta Estrela por Aí…
1992 O Bilhete Premiado
1991 Não Quero Falar Sobre Isso Agora
1987 A Mulher Fatal Encontra O Homem Ideal

No Teatro[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Marisa Orth


Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.