Mark Forest

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mark Forest, nome artístico de Lou Degni, (Nova York, 16 de janeiro de 1933) é um ator e fisiculturista norte-americano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira como fisiculturista (ou no termo americano, bodybuilding), e desde a idade de 13 anos começou a se exercitar com pesos. Mais tarde, Forest e seu irmão trabalharam com instrutores de Educação Física, que desenvolveram programas de exercícios para eles.

Forest competiu para o título de "Mr. América" e terminou em 27º lugar, um feito notável para um então jovem de 19 anos. Depois, apareceu em algumas performances em night-clubes dos Estados Unidos, exibindo seus músculos, como "A Força Promissora".

Em 1954, ganhou o título de "Mr. Muscle Beach", ou Mr. Praia dos músculos. Forest foi o segundo ator americano, depois de Steve Reeves, a ser recrutado por produtores italianos para estrelar filmes épicos de "Espada e sandália". O próprio Forest é descendente direto de italianos, e algumas de suas películas foram feitas em Nápoles, Itália, justamente a área de onde vieram seus ancestrais.

Com um estilo mais calmo de interpretar do que aqueles heróis feitos por Steve Reeves e Reg Park, Forest pareceu deslizar através de seus papéis. Entre 1960 e 1965, Forest fez inúmeros filmes épicos europeus interpretando Maciste e Hércules.

Após a conclusão de Hercules e o Leão de Tebas, Mark Forest largou o cinema para estudar Ópera e aperfeiçoar a sua voz. Atualmente, contando com 73 anos de idade, reside em Arleta, sul da Califórnia, onde canta, ensina sobre ópera, e ainda, auxilia aspirantes a fisiculturistas como personal trainer.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • Maciste, o filho de Sansão/Son of Sanson (1960)
  • Golias e o Dragão/Goliath and the Dragon (1960)
  • Maciste, o Colosso da Arena/Maciste, il gladiatore più forte del mondo (1962)
  • Golias e os Pecadores da Babilônia/Goliath and the Sins of Babylon (1963)
  • Hércules contra o terror de Roma (1964)
  • O Magnífico Gladiador/The Magnificent Gladiator (1964)
  • Kindar, o invulnerável/Kindar the Invulnerable (1964)
  • Hércules contra os inimigos do Grande Khan/Hercules and the Mongols (1964)
  • Hércules contra os filhos do Sol/Hercules and sons of the Sun (1964)
  • Hércules contra os Bárbaros/Hercules and the Brabarians (1964)
  • Hércules e o Leão de Thebas/Hercules and the Lion of Thebas (1965)

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Richard Dyer: "The White Man's Muscles" in R. Dyer: White: London: Routledge: 1997: ISBN 0-4150-9537-9
  • David Chapman: Retro Studs: Muscle Movie Posters from Around the World: Portland: Collectors Press: 2002: ISBN 1-888054-69-7
  • Maggie Gunsberg: "Heroic Bodies: The Culture of Masculinity in Peplums" in M. Gunsberg: Italian Cinema: Gender and Genre: Houndsmill: Palgrave Macmillan: 2005: ISBN 0-333-75115-9
  • Irmbert Schenk: "The Cinematic Support to Nationalist(ic) Mythology: The Italian Peplum 1910-1930" in Natascha Gentz and Stefan Kramer (eds) Globalization, Cultural Identities and Media Representations: Albany: State University of New York Press: 2006: ISBN 0-7914-6684-1
  • Stephen Flacassier: "Muscles, Myths and Movies": Rabbit's Garage: 1994: ISBN 0-9641643-0-2