Mark Kelly

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mark Kelly

Astronauta da NASA
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Nascimento 21 de Fevereiro de 1964 (50 anos)
Orange, Estados Unidos
Patente militar Capitão US Navy
Missões STS-108, STS-121, STS-124, STS-134
Insígnia
da missão
Sts-108-patch.png STS-121 patch.png STS-124 patch.svg STS-134 patch.png

Mark Edward Kelly (Orange, 21 de fevereiro de 1964) é um astronauta norte-americano, veterano de quatro missões ao espaço no programa do ônibus espacial.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Marinha[editar | editar código-fonte]

Nascido no estado de Nova Jérsei, formou-se em engenharia marinha e ciência náutica. Em dezembro de 1987, tornou-se aviador naval e recebeu treinamento em aviões A-6 Intruder, sendo depois enviado para o Japão e posteriormente para o Golfo Pérsico, onde serviu nos esquadrões de caça do porta-aviões USS Midway e paricipou de 39 missões de combate durante a Operação Tempestade no Deserto. Após o conflito cursou a Escola de Piloto de Teste Naval dos Estados Unidos, antes de entrar para a NASA, e tem um total de mais de 4500 horas de vôo em 50 aeronaves diferentes e 375 aterrissagens contabilizadas em porta-aviões.

NASA[editar | editar código-fonte]

Selecionado para o corpo de astronautas da NASA em 1996 - junto com seu irmão-gêmeo Scott Kelly, também astronauta - e foi ao espaço pela primeira vez em dezembro de 2001 com piloto da missão STS-108 Endeavour, a primeira missão espacial dos Estados Unidos após os ataques terroristas de 11 de setembro para a Estação Espacial Internacional (ISS), uma missão de doze dias em órbita.

Em julho de 2006 voltou ao espaço novamente como piloto da STS-121 do ônibus espacial Discovery, sua segunda visita à ISS. Seu terceiro vôo espacial foi como comandante da missão STS-124 Discovery, lançada de Cabo Canaveral em 31 de maio de 2008, e que se destinou a instalar a segunda parte do módulo japonês Kibo na ISS.

Sua quarta missão foi comandando a Endeavour STS-134, a última missão ao espaço da espaçonave, lançada em 16 de maio de 2011.[1] A missão, cujo principal objetivo foi a colocação em órbita do Espectômetro Magnético Alpha,[2] peça central de um controvertido e pioneiro experimento de US$ 2 bilhões com o qual os cientistas da agência espacial esperam revelar os segredos da misteriosa matéria escura que comporia cerca de 20% do Universo.

Em 22 de maio, Kelly recebeu a bênção papal de Bento XVI para sua mulher, na primeira vez que um Papa comunicou-se com a tripulação de um ônibus espacial em órbita.[3] Ele regressou à Terra em 1 de junho, comandando o último pouso da Endeavour em Cabo Kennedy, na Flórida.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Kelly é casado com a deputada democrata Gabrielle Giffords, gravemente ferida durante um tiroteio ocorrido em Tucson, Arizona, em janeiro de 2011.[4] Sua esposa compareceu a Cabo Kennedy para assistir ao lançamento da missão sob seu comando, já em franca recuperação do tiro que levou na cabeça durante o incidente.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. STS-134 Mission Information NASA. Página visitada em 16/05/2011.
  2. Space Shuttle Mission: STS-134 NASA. Página visitada em 03/06/2011.
  3. "Pope blesses Endeavour astronauts by phone", May 22, 2011. Página visitada em May 22, 2011.
  4. "Congresswoman Giffords Shot in Tucson" (em inglês) The New York Times. Página visitada em 8 de janeiro de 2011.
  5. "Obama heading to Kennedy Space Center despite shuttle launch postponement", 29 April 2011.