Mark Clark

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Mark W. Clark)
Ir para: navegação, pesquisa
Mark Wayne Clark
US flag 48 stars.svg
Nascimento 1 de Maio de 1896
Madison Barracks, Sakets Harbor - Nova Iorque
Morte 17 de abril de 1984 (87 anos)
Charleston, Carolina do Sul
Nacionalidade EUA
Cargo Comandante do 5º Exército Norte Americano
Serviço militar
Patente General

Mark Wayne Clark (1 de maio de 1896 - 17 de abril de 1984) foi um General norte-americano que participou ativamente da Segunda Guerra Mundial e da Guerra da Coréia. Filho de um Coronel de infantaria, teve uma carreira distinta na Operação Tocha (invasão do Norte da África) e da Campanha da Itália.

Carreira Militar[editar | editar código-fonte]

Frequentou a Academia Militar de West Point e graduou-se em 1917, fazendo parte do Exército dos Estados Unidos.

Na Primeira Guerra Mundial, lutou na Frente Ocidental na França, liderando o 11º Regimento, 5ª Divisão, onde foi gravemente ferido por estilhaços. Após a guerra suas habilidades foram notadas pelo General George Marshall. Durante as entre-guerras exerceu várias atividades ligadas a pessoal e a treinamentos dentro do exército. De 1921 a 1924, exerceu o cargo de Assessor de Gabinete do Secretário de Guerra.

Em abril de 1941, Clark se tornou um General de Brigada e no ano seguinte foi para a Grã-Bretanha com o General Dwight D. Eisenhower, onde ajudou a planejar a Operação Tocha. Junto com Robert Murphy, Clark negociou o controverso acordo com Jean-François Darlan. Em 13 de outubro de 1942, Clark tornou-se General do Exército , sendo mais jovem oficial a atingir esta patente.

Durante a Segunda Guerra Mundial, foi comandante aliado na Itália. É conhecido por ter ordenado a destruição da Abadia de Monte Cassino, e sua posterior entrada egoísta em Roma, em 1944. Ignorando as ordens, a ação permitiu a fuga do 10º Exército Alemão.

Em dezembro de 1942, Clark assumiu o comando do 5º Exército. Em 9 de setembro de 1943, Clark e seus soldados fizeram um assalto anfíbio na Itália, desembarcando em Salerno, perto de Nápoles, inicialmente encontrou forte resistência, mas com a ajuda do General Bernard Montgomery e do 8º Exército, conseguiu estabelecer uma cabeça de praia.

Clark teve enormes dificuldades de tomar Monte Cassino, que do ponto de vista estratégico era necessário para abrir o caminho à Roma.

Foi forçado a fazer seu esforço principal através da Viamonte, empurrando os alemães para o norte através dos Apeninos, mas acabou sofrendo pesadas baixas pelas tropas do General Albert Kesselring.

Em 18 de maio de 1944, as tropas aliadas lideradas pelo general Wladyslaw Anders (2º Corpo Polonês) e General Alphonse Juin (Corpo Expedicionário Francês) capturaram Monte Cassino. Isso abriu um corredor para as tropas aliadas chegaram Anzio em 24 de maio. A defesa alemã havia se desintegrado e agora suas forças pederiam avançar direto para Roma, a qual foi libertada em 4 de junho.

Em abril de 1952 Clark assume o posto do General Matthew Ridgway como Chefe do Comando do Extremo Oriente e de Supremo Comandante da ONU na Coreia, aposentou-se do Exército em outubro de 1953.

Mark Clark, que publicou dois Livros de Memórias, Risco Calculado(1950) e do Danúbio ao Yalu (1954), morreu em Charleston em 17 de abril de 1984.

FEB[editar | editar código-fonte]

A FEB - Força Expedicionária Brasileira, foi integrada ao 4º Corpo do Exército Estadunidense, sob o comando do general Willis D. Crittenberger, este por sua vez adscrito ao V Exército dos Estados Unidos, comandado pelo general Mark W. Clark. No Entanto a FEB, era subordinada diretamente ao General João Batista Mascarenhas de Morais

Ofício Do General Mark Clark dando Boas-Vindas a FEB[editar | editar código-fonte]

Quartel-General do V Exército. 10 de agosto de 1944 Ofício ao Comandante da Força Expedicionária Brasileira

Desejo-vos boas-vindas, bem como à vanguarda das tropas brasileiras, pela chegada à Itália e ao V Exército. Desde que a primeira missão brasileira visitou meu quartel-general, há um ano, no Norte da Àfrica, tenho acompanhado a preparação da FEB com grande interesse. Sei dos grandes esforços que haveis despendido para o treinamento do vosso moderno Exército, de forma que pudésseis estar em condições de entrar em combate, quando para tal surgisse a ocasião. Estou certo de que vossos esforços e trabalhos serão plenamente recompensados. O V Exército tem sido durante a Campanha da Itália uma associação de forças aliadas. Têm nêle, combatido lado a lado, por diversas vêzes e sob o meu comando, tropas inglesas, francesas e italianas. O máximo espirito de cooperação sempre permitiu as melhores relações entre essas diversas tropas aliadas e a nação co-beligerante e estou certo de que vós da FEB encontrareis, entre os membros do meu estado-maior, a simpatia que necessitardes. Iniciais agora um período no qual recebereis equipamento e podereis dar os retoques no adestramento final, antes de entrar em combate. Podeis estar descansado e seguro de que o V Exército fará tudo o que estiver em suas fôrças para vos ajudar em vossos problemas e facilitará a vossa missão de tôdas as formas possíveis. Antevejo o dia, não muito distante, em que tomareis o vosso lugar ao lado dos Aliados e junto ao inimigo, que assim aprenderá a conhecer e temer a vontade das armas brasileiras.

Tenente-General Mark Clark, Comandante do V Exército.

Condedorações[editar | editar código-fonte]

  • Distinguished Service Cross (DSC) - Medalha de Serviços Distintos ( a mais alta condecoração do Exército Americano)
  • Ordre National de la Légion d'honneur (Francês - Ordem Nacional da Legião de Honra)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Memórias do Marechal João Batista Mascarenhas de Morais
  • Böhmler, Rudolf - Monte Cassino, Flamboyant- 1966
  • Atkinson, Rick. Army at Dawn: The War in North Africa, 1942-1943. [S.l.: s.n.], 2002.
  • Atkinson, Rick. The Day of Battle: The War in Sicily and Italy, 1943-1944. [S.l.: s.n.], 2008.
  • Baxter, Colin F.. Field Marshal Bernard Law Montgomery, 1887-1976: A Selected Bibliography. [S.l.: s.n.], 1999.
  • Clark, Mark W.. CALCULATED RISK, The War Memoirs of a Great American General. [S.l.: s.n.], 2007.
  • Katz, Robert. The Battle for Rome. [S.l.: s.n.], 2003.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.