Marquês de Torres Novas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Armas dos Lencastre, Marqueses e Duques de Torres Novas e Duques de Aveiro.

O título de Marquês de Torres Novas foi criado em 1520, a favor de D. João de Lencastre (1501-1571), que depois viria a ser o 1.º Duque de Aveiro. O título passou então a ser atribuído aos herdeiros presuntivos do Ducado de Aveiro. Os 3.º e 4.º marqueses receberam em vida o título de Duque de Torres Novas.

Marqueses de Torres Novas[editar | editar código-fonte]

  1. D. João de Lencastre (1501-1571), depois 1.º Duque de Aveiro
  2. D. Jorge de Lencastre (1548-1578), depois 2.º Duque de Aveiro (faleceu em combate na batalha de Alcácer Quibir)
  3. D. Jorge de Lencastre (1594-1632), 1.º Duque de Torres Novas (morreu antes de herdar o Ducado de Aveiro)
  4. D. Raimundo de Lencastre (1620-1666), 2.º Duque de Torres Novas, depois 4.º Duque de Aveiro
  5. D. Pedro de Lencastre (1608-1673), depois 5.º Duque de Aveiro
  6. D. Gabriel Ponce de Leão de Lencastre (1667-1745), depois 7.º Duque de Aveiro

A representação deste título encontra-se actualmente na pessoa do marquês do Lavradio.

Marqueses de Torres Novas (Novo)[editar | editar código-fonte]

O Marquesado de Torres Novas pertencia à Casa dos Duques de Aveiro. Na sequência do tristemente célebre "Processo dos Távoras", o título foi considerado extinto (é genealogicamente representado pelo marquês de Lavradio) e recriado em 1807 pelo príncipe-regente D. João em nome de sua mãe, a rainha D. Maria I.

O 1° Marquês de Torres Novas (Novo) foi:

D. Álvaro de Noronha Abranches Castelo Branco, 1º marquês de Torres Novas e 7º conde de Valadares, que nasceu em Lisboa (Pena) em 31 de Agosto de 1775 e faleceu em 9 de Março de 1851. Sem descendência.

A representação deste título encontra-se actualmente na pessoa de D. Maria Mafalda da Silva de Noronha Wagner, 8ª marquesa de Vagos nascida em Lisboa em 14 de Maio de 1951. [1] [2]

Ícone de esboço Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. http://geneall.net/pt/nome/21516/maria-mafalda-da-silva-de-noronha-wagner-8-marquesa-de-vagos/
  2. Anuário da Nobreza de Portugal - 1985 - Tomo I - pg. 170