Mart Poom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Poom
Poom
Informações pessoais
Nome completo Mart Poom
Data de nasc. 3 de Fevereiro de 1972 (42 anos)
Local de nasc. Tallinn,  União Soviética
Nacionalidade Estoniano
Altura 1,95 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1979–1989 União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Tallinna Lõvid
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1988
1989–1990
1992
1992–1993
1993–1994
1994–1997
1995–1997
1997–2003
2002–2003
2003–2006
2005–2006
2006–2007
2007–2009
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Tallinna Lõvid
União das Repúblicas Socialistas Soviéticas Estónia Sport Tallinn
Finlândia KuPS
Estónia Flora Tallinn
Suíça Wil
Inglaterra Portsmouth
Estónia Flora Tallinn (Vindo de Empréstimo)
Inglaterra Derby County
Inglaterra Sunderland (Vindo de Empréstimo)
Inglaterra Sunderland
Inglaterra Arsenal (Vindo de Empréstimo)
Inglaterra Arsenal
Inglaterra Watford
020 (0)
059 (0)
009 (0)
022 (0)
0013 (0)
004 (0)
014 (0)
146 (0)
000 (0)
058 (1)
000 (0)
001 (0)
019 (0)
Seleção nacional
1992–2009 Flag of Estonia.svg Estónia 120 (0)

Mart Poom (Tallinn, 3 de fevereiro de 1972) é um ex-futebolista estoniano.

Início[editar | editar código-fonte]

Nasceu no dia 3 de fevereiro de 1972, em Tallinn, capital da atual Estônia. Começou a carreira no pequeno Tallinna Lõvid, de sua cidade natal, ainda na existência da União Soviética. Passou pelos também estonianos Flora Tallinn e SK Tallinna Sport e pelo finlandês Kuomio PS, quando foi contratado pelo suíço FC Wil em 1994. Não disputou nenhuma partida pelo time suíço e se transferiu na temporada seguinte para a Inglaterra, defendendo o Portsmouth.

Carreira na Inglaterra[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira temporada, disputou apenas quatro partidas e foi emprestado ao Flora Tallinn, que defendera anos atrás. Passou duas temporadas excelentes na Estônia, atraindo o interesse do Derby County. Em 1997, voltou à velha Albion e defendeu o Derby por seis anos, construindo uma reputação como um dos goleiros mais seguros da Premier League.

Mesmo assim, não conseguiu evitar o rebaixamento de sua equipe em 2002, e foi emprestado ao Sunderland, que o contratou em definitivo em 2003.

Numa de suas primeiras partidas pelo seu novo time, em 2003, Poom marcou um belo gol de cabeça nos acréscimos de uma partida contra o Derby County, clube onde mais se destacou, empatando o jogo. O estoniano caiu nas graças da torcida, e embora não tenha feito mais nenhum gol desde então, tornou-se um dos principais jogadores do Sunderland, que defendeu até o fim da temporada 2004-05, quando acertou seu empréstimo para o Arsenal, um dos maiores times da Inglaterra.

Arsenal[editar | editar código-fonte]

Como terceiro goleiro da equipe, não jogou, mas agradou ao técnico dos Gunners, Arsène Wenger, que pediu a sua contratação em definitivo, acertada imediatamente.

Finalmente estreou nos Gunners em 8 de novembro de 2006, num jogo da Copa da Liga Inglesa, contra o Everton, substituindo no intervalo o espanhol Manuel Almunia. O Arsenal venceu a partida por 1 a 0. Antes disto, entretanto, já havia entrado para a história do futebol estoniano como o primeiro jogador do país a receber uma medalha na Liga dos Campeões da UEFA - embora não tenha jogado nenhuma partida no torneio (era o reserva de Jens Lehmann e Almunia), recebeu a medalha de prata juntamente com o resto dos Gunners após a derrota na final, contra o Barcelona.

Watford[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2007, Poom, fora dos planos do Arsenal para a próxima temporada, acertou sua ida para o Watford, da segunda divisão inglesa. Permaneceu por lá durante 2 anos, e não conseguiu nenhum feito importante. No início da temporada 2008-09, sofreu uma grave lesão no ombro na partida contra o Reading, e ficou 7 meses afastado dos gramados. Quando finalmente se recuperou, o contrato do goleiro estava perto de se encerrar. Ele optou por não renová-lo e, posteriormente, encerrou sua longa carreira aos 37 anos.

Carreira na seleção da Estônia[editar | editar código-fonte]

Mart Poom estreou pela Seleção Estoniana em 1992, aos vinte anos. Seu primeiro jogo foi um amistoso contra a Eslovênia - era também a primeira partida dos "Sinisärgid" após a independência em relação à URSS. Desde então, Poom já defendeu a Estônia em 120 oportunidades, tendo realizado a sua última partida pela seleção no dia 10 de junho de 2009 contra a seleção de Portugal numa partida amistosa, quando foi substituído durante o jogo para ser aplaudido pela torcida local. Foi eleito recentemente o maior jogador da Estônia dos últimos 50 anos da UEFA, nos Prêmios do Jubileu da entidade.

Após a aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Poom já era treinador de goleiros da Seleção Estoniana desde 2008, quando ainda estava em atividade, e no ano seguinte recebeu uma proposta para ser treinador de goleiros do Arsenal, a qual foi aceita por ele. Exerceu a função nos Gunners até 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]