Marta (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Marta Vieira da Silva)
Ir para: navegação, pesquisa
Marta
Marta
Informações pessoais
Nome completo Marta Vieira da Silva
Data de nasc. 19 de fevereiro de 1986 (28 anos)
Local de nasc. Dois Riachos,  Alagoas,  Brasil
Nacionalidade  brasileira
Altura 1,62 m
Canhoto
Apelido Pelé de Saia
Rainha Marta
Marta Maravilha
Informações profissionais
Clube atual Suécia Tyresö FF
Número 12
Posição Atacante
Clubes de juventude
1999 Brasil CSA
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2000–2002
2002–2004
2004–2009
2009–2010
2009–2010
2010
2011
2011
2012–
Brasil Vasco da Gama
Brasil Santa Cruz-MG
Suécia Umeå IK
Estados Unidos Los Angeles Sol[1]
Brasil Santos (emp.)
Estados Unidos FC Gold Pride
Brasil Santos (emp.)
Estados Unidos Western New York Flash
Suécia Tyresö FF


0103 00(111)
0020 000(11)
0014 000(26)
0024 000(19)
000? 0000(?)
000? 0000(?)
0021000(12)
Seleção nacional3
2002– Flag of Brazil.svg Brasil 0071 000(78)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 31 de dezembro de 2012.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 3 de julho de 2011.

Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Atenas 2004 Equipe
Prata Pequim 2008 Equipe
Copa do Mundo
Prata China 2007 Equipe
Jogos Pan-Americanos
Ouro Santo Domingo 2003 Equipe
Ouro Rio 2007 Equipe
Marta atuando pela equipe estadunidense Los Angeles Sol, em 2009
Marta no WPS All-Star Game, o "jogo das estrelas" contra o Umeå IK, em 2009

Marta Vieira da Silva, mais conhecida como Marta (Dois Riachos, 19 de fevereiro de 1986), é uma futebolista brasileira que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Tyresö FF, da Suécia.[2]

Marta já foi escolhida como melhor futebolista do mundo por cinco vezes consecutivas, um recorde entre mulheres e homens.[3] Foi considerada pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009.[4]

Após a grandes exibições recentes e, principalmente, nos Jogos Pan-americanos de 2007, Marta chegou a ser comparada a Pelé, sendo chamada pelo mesmo de o "Pelé de Saias". A alagoana declarou que se emocionou ao saber que o rei do futebol acompanhou os jogos da seleção feminina.[5] Além disso, entrou na calçada da fama do Maracanã, sendo a primeira e, até agora, a única mulher a deixar a marca dos pés neste local.[6]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início profissional[editar | editar código-fonte]

Após atuar como juvenil do CSA, Marta iniciou a carreira profissional no Vasco da Gama em 2000. Após dois anos no time cruzmaltino, transferiu-se para o Santa Cruz, onde jogaria por mais duas temporadas, antes de defender o Umeå IK, da Suécia. Por este clube, tornou-se muito mais conhecida na Europa e foi se destacando cada vez mais, até ser considerada a melhor jogadora do mundo.

Los Angeles Sol[editar | editar código-fonte]

Em 12 de janeiro de 2009, durante a coletiva de impressa que antecedeu a premiação dos melhores jogadores do mundo de 2008, anunciou a sua transferência para o Los Angeles Sol dos Estados Unidos.[7] No clube estadunidense, foi artilheira da liga nacional, levando a equipe ao vicecampeonato.[8]

Santos[editar | editar código-fonte]

Em 1 de agosto de 2009, o Santos anunciou sua contratação, por empréstimo de três meses (até o final de 2009), mas sua apresentação só aconteceu após o término da Liga de futebol feminino dos Estados Unidos de 2009. Após o período no Santos, onde disputou a Copa Libertadores Feminina e a Copa do Brasil, ela retornou ao Los Angeles Sol.[9] Em 10 de setembro foi apresentada no clube e sua estreia ocorreu em 16 de setembro, em um jogo amistoso contra o Comercial-MS em Campo Grande.[10]

FC Gold Pride[editar | editar código-fonte]

Após o encerramento das atividades do Los Angeles Sol,[11] ficou disponível para o draft (onde os demais clubes escolhem para contratação as jogadores deste clube que encerrou suas atividades). O clube estreante na Liga, Atlanta Beat, após acordo com o St. Louis Athletica, trocou sua posição (recebendo por isso algumas jogadoras). Por sua vez, o St. Louis Athletica selecionou Shannon Boxx, meia da Seleção dos Estados Unidos. A seguir, o Philadelphia Independence selecionou a goleira Karina LeBlanc. A seguir, o FC Gold Pride escolheu Marta para reforçar sua equipe.[12] Na temporada 2010, foi pela segunda vez consecutiva artilheira da liga, e, dessa vez, levando seu time ao título.[13]

Retorno ao Santos[editar | editar código-fonte]

Em 16 de dezembro de 2010, o Santos apresentou novamente Marta. Foi um contrato de dois meses que podia se transformar num vínculo de um ano, mas isso não aconteceu. A diretoria do clube confirmou que está finalizando as negociações para que o clube dispute a Liga de futebol feminino dos Estados Unidos já em 2011. Entretanto, por força do regulamento da competição, o clube teria apenas cinco jogadoras brasileiras - Marta e mais quatro. As demais jogadoras seriam dos Estados Unidos.[14]

Western New York Flash[editar | editar código-fonte]

Em 26 de janeiro de 2011, foi anunciada como novo reforço do Western New York Flash para a temporada da Liga de futebol feminino dos Estados Unidos de 2011.[15] Ela foi apresentada dia 25 de fevereiro.[16]

Cquote1.svg Esta é uma oportunidade incrível para que as jovens jogadoras de futebol assistam em sua cidade natal uma das melhores jogadoras de todos os tempos. Ela tem incríveis atributos físicos combinados com habilidades técnicas fenomenais. É extremamente emocionante vê-la jogando e é muito importante para o futebol feminino. Estamos ansiosos com a sua chegada. Cquote2.svg
Aaran Lines, treinador do Western NY.[16]

Tyresö FF[editar | editar código-fonte]

Em 22 de fevereiro de 2012, foi apresentada como nova jogadora do Tyresö FF com contrato de dois anos e onde jogará com a camisa 12.[2]

Cquote1.svg Minha carreira começou na Suécia e agora eu quero escrever um novo capítulo. Estou feliz e orgulhosa por estar de volta aqui. Eu tenho muito a agradecer à Suécia. Cquote2.svg
Durante a coletiva de apresentação no novo clube.[2]

Seleção brasileira[editar | editar código-fonte]

Conquistou, com a Seleção, a medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 2003 e 2007, liderando a artilharia da competição com 12 gols nestes últimos. Foi ainda medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2004 e 2008.

Em 27 de setembro de 2007, durante a partida de semifinal na Copa do Mundo de Futebol Feminino de 2007, realizada na China, contra os EUA, marcou o gol mais bonito da competição e, para alguns, o gol mais bonito marcado durante toda a existência deste torneio e ajudou o Brasil a chegar pela primeira vez em sua história à final dessa competição. O Brasil ficou em 2º lugar e Marta foi escolhida a melhor jogadora da Copa, recebendo o prêmio Bola de Ouro e também foi a artilheira da competição com 7 gols.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Clube Ano Liga Copa Europa Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Estados Unidos Los Angeles Sol 2009 20 10 - - - - 20 10
Total 20 10 - - - - 20 10
Brasil Santos FC 2009 - - 7 18 6 7 13 25
Total - - 7 18 6 7 13 25
Estados Unidos Gold Pride 2010 25 20 - - - - 25 20
Total 25 20 - - - - 25 20
Brasil Santos FC 2011 - - - - 4 2 4 2
Total - - - - 4 2 4 2
Estados Unidos Western New York Flash 2011 15 10 - - - - 15 10
Total 15 10 - - - - 15 10
Suécia Tyresö FF 2012 21 12 4 4 - - 25 16
2013 15 12 1 1 4 1 20 14
Total 36 24 5 5 4 1 45 30
Total na carreira 96 87 12 23 14 10 122 120

Títulos[editar | editar código-fonte]

Marta fazendo gol de pênalti na final do Pan.
Marta e a presidente Dilma Rousseff em 2011.
Vasco da Gama
Umeå IK
Santos
Gold Pride
Western New York Flash
Seleção Brasileira

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Seleção Brasileira
Umeå IK
Los Angeles Sol

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sítio oficial da Women's Professional Soccer (WPS). League Leaders [ligação inativa] (em inglês). Página visitada em 10 de setembro de 2009.
  2. a b c Maranhão, Rafael (22 de fevereiro de 2012). Marta recebe camisa 12, chora e diz estar feliz por voltar à 'segunda casa' (em português). GloboEsporte.com. Página visitada em 22 de fevereiro de 2012.
  3. Marta é eleita pela quinta vez a melhor jogadora do mundo. placar.abril.com.br (10 de janeiro de 2011). Página visitada em 12 de janeiro de 2011.
  4. Época - NOTÍCIAS - Os 100 brasileiros mais influentes de 2009. revistaepoca.globo.com. Página visitada em 20 de dezembro de 2009.
  5. GloboEsporte.com (28 de julho de 2007). Pelé diz que Marta é Pelé de saias (em português).
  6. GloboEsporte.com; Thiago Lavinas (26 de julho de 2007). Marta perto de Zico na calçada da fama (em português).
  7. Portal UOL; Alexandre Sinato (12 de janeiro de 2009). Emocionada, Marta faz de coletiva da Fifa entrevista de despedida (em português). Página visitada em 12 de janeiro de 2009.
  8. Los Angeles Sol, time de Marta, perde título nos EUA. estadao.com.br (22 de agosto de 2009). Página visitada em 12 de janeiro de 2011.
  9. GloboEsporte.com; Adilson Barros (1 de agosto de 2009). Peixe anuncia Marta, que deverá receber a camisa 10 das mãos de Pelé (em português). Página visitada em 1 de agosto de 2009.
  10. GloboEsporte.com; Fernando Poffo (10 de setembro de 2009). Sem Pelé, Marta veste a 10 do Santos e quer ganhar dois títulos em três meses (em português). Página visitada em 10 de setembro de 2009.
  11. Sítio oficial da WPS (28 de janeiro de 2010). WPS discontinues operations of Los Angeles Sol (em português). Página visitada em 30 de janeiro de 2010.
  12. GloboEsporte.com (4 de fevereiro de 2010). Marta é a terceira escolhida em draft nos EUA e jogará pelo pior time de 2009 (em português). Página visitada em 5 de fevereiro de 2010.
  13. Com gol de Marta, Gold Pride goleia e garante título nos EUA. esportes.terra.com.br (26 de setembro de 2010). Página visitada em 12 de janeiro de 2011.
  14. Marta retorna à Vila e poderá disputar a liga americana pelo Santos (em português). GloboEsporte.com (16 de dezembro de 2010). Página visitada em 16 de dezembro de 2010.
  15. Marta é anunciada como novo reforço do Western New York Flash (em português). GloboEsporte.com (26 de janeiro de 2011). Página visitada em 26 de janeiro de 2011.
  16. a b Western New York Flash acquire Marta (em inglês). WPS (25 de janeiro de 2011). Página visitada em 26 de janeiro de 2011.
  17. GloboEsporte.com; Adilson Barros (12 de janeiro de 2009). Marta é eleita pela terceira vez a melhor jogadora do mundo e se emociona (em português). Página visitada em 12 de janeiro de 2009.
  18. GloboEsporte.com; Rafael Maranhão (21 dezembro de 2009). Marta ganha o prêmio de melhor do mundo da Fifa pela quarta vez seguida (em português). Página visitada em 21 de dezembro de 2009.
  19. 25 mulheres que brilharam em 2007
  20. Associação Sueca de Futebol. Artilheiros desde 1982 (em inglês). Página visitada em 9 de janeiro de 2009.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Marta (futebolista)