Martin Chuzzlewit

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Martin Chuzzlewit
Chuzzlewitt cover serial.jpg
Autor (es) Inglaterra Charles Dickens ("Boz")
Idioma Inglês
País Inglaterra Inglaterra
Género Ficção
Ilustrador Hablot Knight Browne (Phiz)
Editora Chapman & Hall
Lançamento 1844
Cronologia
Último
Último
Barnaby Rudge
A Christmas Carol
Próximo
Próximo

The Life and Adventures of Martin Chuzzlewit (mais conhecido simplesmente como Martin Chuzzlewit) é um livro de Charles Dickens e é considerado o seu último romance picaresco. Originalmente, como é o caso da maioria dos romances de Charles Dickens, este foi publicado em série mensalmente entre 1843 e 1844. Dickens achava que esta foi uma das suas melhores obras, porém foi um dos seus romances menos populares [1] . As vendas dos diferentes lançamentos mensais foram consideradas dececionantes em comparação com os seus trabalhos anteriores, pelo que Dickens mudou a história de forma a enviar a sua personagem principal para a América. Isto permitiu que o autor retratasse os Estados Unidos (país que tinha visitado em 1842) de forma satírica como uma selva com alguns pequenos espaços de civilização cheios de regateiros enganadores.

O tema principal do romance, de acordo com o prefácio escrito por Dickens, é o egoísmo, característica retratada de forma satírica por todos os membros da família Chuzzlewit. O romance também é conhecido por conter dois dos vilões mais populares da obra de Charles Dickens: Seth Pecksniff e Jonas Chuzzlewit. O livro é dedicado a Angela Georgina Burdett-Coutts, uma amiga de Charles Dickens.

Referências

  1. "Dickens on Screen: Martin Chuzzlewit". British Film Institute". Página visitada a 14 de novembro de 2013