Martin Keown

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Martin Keown
Informações pessoais
Nome completo Martin Raymond Keown
Data de nasc. 19 de Março de 1966 (48 anos)
Local de nasc. Oxford,  Reino Unido
Nacionalidade Inglês
Altura 1,85 m
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Zagueiro e volante
Clubes de juventude
1980-1984 Inglaterra Arsenal
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1984-1986
1985
1986-1989
1989-1993
1993-2004
2004-2005
2005
2012
Inglaterra Arsenal
Inglaterra Brighton & Hove Albion (emp.)
Inglaterra Aston Villa
Inglaterra Everton
Inglaterra Arsenal
Inglaterra Leicester City
Inglaterra Reading
Inglaterra Wembley FC
22 (0)
23 (1)
112 (3)
96 (0)
311 (4)
17 (0)
5 (0)
0 (0)
Seleção nacional
1987-1988
1991-1993
1992-2002
Flag of England.svg Inglaterra sub-21
Flag of England.svg Inglaterra B
Flag of England.svg Inglaterra
8 (0)
1 (0)
43 (2)

Martin Raymond Keown (Oxford, 24 de julho de 1966) é um ex-futebolista inglês, com grande ascendência irlandesa, que jogou a maior parte de sua carreira no Arsenal. Além de zagueiro, chegou a atuar em algumas partidas como volante.

Antes de ser futebolista, jogou futebol gaélico em sua cidade natal.

Carreira por clubes[editar | editar código-fonte]

Keown, revelado pelo Arsenal, jogou pelas categorias de base do clube entre 1980 e 1984, ano em que foi promovido ao elenco principal pelo técnico Don Howe, mas ainda era considerado "verde" para ser titular. Para ganhar mais experiência, os Gunners emprestaram o zagueiro ao Brighton & Hove Albion em 1984, tendo jogado 23 partidas e marcado um gol.

Voltou ao Arsenal em 1985, mas atuou pouco: foram apenas 26 partidas até 1986, quando foi negociado com o Aston Villa por 200 mil libras[1] . No clube de Birmingham, o zagueiro atuou por 3 anos (1986-89), disputando 112 jogos e marcando 3 gols. Foi o suficiente para que o Everton contratasse Keown em 1989, por 750 mil libras[2] . Até 1993, ano em que deixou os Toffees, defendeu a equipe azul de Liverpool em 96 oportunidades.

Seu regresso definitivo ao Arsenal foi em fevereiro de 1993[3] , tendo Keown liderado a zaga Gunner ao lado de Tony Adams, Steve Bould e Andy Linighan. Com as saídas de Linighan para o Crystal Palace em 1997, e de Bould para o Sunderland em 1999, e com a posterior aposentadoria de Adams em 2002, Keown, mesmo com a nova parceria com Sol Campbell, começava a perder espaço a partir de 2003, com a ascensão do jovem marfinense Kolo Touré. Em sua última temporada com os Gunners, que sagrariam-se campeões invictos, o zagueiro disputou apenas 10 partidas[4] , e deixou a equipe londrina em 2004, assinando com o Leicester City durante seis meses.

Em 2005, foi contratado pelo Reading, onde atuou em apenas cinco partidas antes de encerrar a carreira pela primeira vez, ao final da segunda divisão inglesa[5] .

Voltou da aposentadoria no dia 22 de junho de 2012, para jogar em um time da 9° divisão da Inglaterra, o Wembley FC, junto com outros veteranos, como Claudio Caniggia, Ray Parlour, Graeme Le Saux e Brian McBride, disputando a Taça da Inglaterra. Keown não chegou a jogar, e encerrou definitivamente sua carreira, aos 45 anos.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Por ser descendente de irlandeses, Keown foi convencido por Jack Charlton a defender a Seleção Irlandesa, mas o zagueiro não aceitou o convite, preferindo jogar pela Seleção Inglesa de Futebol. Atuou pelas equipes sub-21 e B, antes de chegar ao time principal em 1992, quando foi convocado para a Eurocopa devido à lesão de Mark Wright, e atuou nas três partidas do English Team, eliminado na primeira fase.

Esnobado por Terry Venables, que não convocou o jogador para nenhuma partida, Keown só voltaria a ter chances na Seleção em 1997, já com Glenn Hoddle no comando. Convocado para a Copa de 1998, não jogou nenhuma partida, e disputaria ainda a Eurocopa de 2000, atuando em 2 jogos.

Aos 35 anos, foi lembrado por Sven-Göran Eriksson para disputar a Copa de 2002, mas, como em 1998, foi apenas um espectador no banco de reservas, acompanhando o desempenho da dupla de zaga formada por Rio Ferdinand e Sol Campbell, seu companheiro no Arsenal. Encerrou sua trajetória no English Team após o jogo contra o Brasil[6] , contabilizando 43 partidas e dois gols marcados.

Referências

  1. Martin Keown profile - Arsenal FC Sporting-heroes.net. Visitado em 24 de junho de 2010.
  2. Martin Keown profile - Aston Villa FC Sporting-heroes.net. Visitado em 24 de junho de 2010.
  3. Martin Keown profile - Everton FC Sporting-heroes.net. Visitado em 24 de junho de 2010.
  4. "Games played by Martin Keown in 2003/2004", Soccerbase. Página visitada em 17 de novembro de 2013.
  5. "Keown begins coaching education", BBC. Página visitada em 17 de dezembro de 2013.
  6. "Keown calls time", BBC Sport, BBC, 22 de junho de 2002. Página visitada em 15 de novembro de 2011.
Bandeira de InglaterraSoccer icon Este artigo sobre futebolistas ingleses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.