Maruf Karkhi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santo Maruf Karkhi
Uma miniatura de Maruf Karkhi
Místico, Pregador
Nascimento c. 750-60 E.C. em Bagdá
Morte c. 815-20 E.C.
Festa litúrgica (não consta)
Gloriole.svg Portal dos Santos

Maruf Karkhi (em persa: معروف کرخی), também conhecido por seu nome completo Abu Mahfuz Maruf Ibn Firuz al-Karkhi, foi um santo sufi que é uma figura essencial no sufismo. Ele veio de um passado cristão1 e a história de sua conversão para o islamismo é uma das mais famosas na tradição islâmica.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Maruf nasceu no distrito de Wasit ou Karkh em Bagdá. O nome de seu pai era Firuz, o que sugere que ele era de origem persa.2 Sua religião original é frequentemente compreendida como tendo sido cristã, o que pode significar que o pregador e místico armênio islâmico, Farqad Sabakhi, pode ter orientado Maruf Karkhi.3 Attar narra em seu Memorial dos Santos que Maruf se converteu ao Islã em tenra idade nas mãos de Ali ibn Musa, depois de rejeitar todas as formas de politeísmo. A tradição reconta que ele imediatamente foi e contou a seu pai e sua mãe, que se regozijaram com sua decisão e se tornaram eles mesmos muçulmanos. Depois de aceitar o Islã, Maruf se tornou um estudante de Dawud Ta'i, e se submeteu a um severo julgamento de seu discipulado. Maruf, entretanto, permaneceu firme e provou a si mesmo tão devotadamente, que sua retidão se tornou localmente famosa.

Tradição sufi[editar | editar código-fonte]

No sufismo, aqueles da ordem de Marufi são aqueles conectados a Maruf Karkhi. Maruf deste modo forma um penúltimo vínculo no que é conhecido como a Cadeia Dourada (silsilah) do Sufismo, a linha de iniciação que forma uma cadeia ininterrupta com Maomé. Maruf, sendo um escravo liberto e discípulo de Ali ar-Ridha, deu forma à parte dessa linhagem, enquanto ao mesmo tempo mantinha as instruções de seu mestre Dawud Ta'i e deste modo sendo também seu sucessor. Os sufis veneram Maruf em alto grau devido as múltiplas cadeias espirituais que se entrelaçam em suas instruções.4

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Memorial of the Saints, Attar, Maruf al-Karkhi, pg. 161
  2. Cyril Glasse, "The New Encyclopedia of Islam", Published by Rowman & Littlefield, 2008
  3. Historical dictionary of Sufism By John Renard, pg. 87
  4. What is Sufism?, M. Lings, pg. 120, Suhail Academy Publishing

Predefinição:Esboço-Sufismo

Ícone de esboço Este artigo sobre o Islamismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.