Mary Marvel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mary Marvel
Front cover, "Wow Comics" no. 38 (art by Jack Binder).jpg

Mary Marvel
Dados da publicação
Publicado por Fawcett Comics
DC Comics
Primeira aparição Captain Marvel Adventures #18 (Dezembro 1942)
Criado por Otto Binder
Marc Swayze
Características do personagem
Alter ego Mary Batson/Mary Bromfield
Afiliações Família Marvel
Liga da Justiça
Parentesco Billy Batson (irmão)
Codinomes conhecidos Capitã Marvel
Habilidades Ela detém os poderes concedidos por diversas divindades que dão força, inteligência e resistência sobre-humanas mais coragem e outros poderes.
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Mary Marvel é uma personagem fictícia de quadrinhos. Foi publicada originalmente pela Fawcett Comics, e depois foi adquirida pela DC Comics. Criada por Otto Binder and Marc Swayze, Mary apareceu primeiro em Captain Marvel Adventures #18 (Dezembro 1942). A personagem é irmã do Capitão Marvel e se transforma numa super heroína ao dizer a palavra mágica "SHAZAM!". Sua identidade é Mary Batson (nome adotivo: Mary Bromfield). Mary é uma das primeiras equivalentes femininas de super-heróis, sendo anterior a Supergirl por mais de 10 anos. As feições originais de Mary Marvel foram baseadas numa atriz da vida real, Judy Garland (que interpretou Dorothy em o Mágico de Oz, filme de 1939).

Poderes e Habilidades[editar | editar código-fonte]

Durante as histórias, Mary Marvel teve seus poderes concedidos por várias divindades e ao falar a palavra mágica "SHAZAM!".

Versão Pré-Crise[editar | editar código-fonte]

Em sua versão Pré-Crise, Mary tinha os poderes concedidos apenas pelas divindades femininas:

Divindade Panteão Poderes
Selene Grego Vigor
Hipólita Grego Força
Ariadne Grego Coragem
Zéfiro Grego Velocidade e voo
Aurora Romano Beleza e poder
Minerva Romano Sabedoria

Versão Pós-Crise[editar | editar código-fonte]

Após a Crise nas Infinitas Terras, sua história foi reescrita e foi admitido que Mary teve seus poderes concedidos pelos mesmos deuses do Capitão Marvel.

Divindade Panteão Poderes
Salomão Hebreu Sabedoria
Hércules Romano Força
Aquiles Grego Coragem
Zeus Grego Poder
Atlas Grego e romano Vigor
Mercúrio Romano Velocidade e voo

Versão atual[editar | editar código-fonte]

Durante a Contagem Regressiva para a Crise Final, Mary Marvel teve seus poderes cedidos pelo Adão Negro e passou a usar um uniforme negro.

Divindade Panteão Poderes
Shu Egípcio Vigor
Hórus Egípcio Velocidade
Amon Egípcio Poder
Zehuti Egípcio Sabedoria
Aton Egípcio Coragem
Mehen Egípcio Força

Recentemente em Contagem Regressiva e Crise Final[editar | editar código-fonte]

Em Contagem Regressiva,Mary Marvel ao adquirir os poderes de Adão Negro,pouco á pouco foi sendo seduzida pelas trevas,se tornando a cada luta e evento mais poderosa que o próprio irmão,se torna serva poderosa do vilão Darkseid,a partir daí ela se torna uma vilã extremamente violenta. Na saga Crise Final ela é responsável pela infecção da Mulher Maravilha por um vírus desconhecido,além de assimilar em suas vestes uma aparência tenebrosa. Ainda nessa saga ela foi responsável pela morte de um meta-humano conhecido apenas de "O Réplika"e de Marene Herald uma integrante dos Cavaleiros Atômicos,habitantes de uma terra paralela,pelo qual houve uma grande guerra nuclear.Mary Marvel até a edição 3 é serva do tirano Darkseid que ainda está desaparecido(aguarde novas informações). Mary Marvel foi dentre muitos do Universo DC,que sofreu modificações radicais com essas séries e que tornou um exemplo satisfatório de amadurecimento e revelações de um personagem de quadrinho.