Mary Del Priore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Mary del Priore)
Ir para: navegação, pesquisa
Mary Del Priore
Mary Del Priore
Nome completo Mary Lucy Murray Del Priore
Nascimento 1952 (61–62 anos)
Nacionalidade  Brasileira
Ocupação Professora
Cargo Professora da USP

Mary Lucy Murray Del Priore (Rio de Janeiro, 1952) é uma historiadora e professora brasileira.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Especialista em História do Brasil, Mary Del Priore concluiu o doutorado em História Social na Universidade de São Paulo e pós-doutorado na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales, na França[1] . Lecionou História em várias universidades brasileiras, tais como a Universidade de São Paulo, a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, e a Universidade Salgado de Oliveira. É colaboradora de periódicos nacionais e internacionais, científicos ou não[2] .

Escreveu, organizou ou colaborou em várias publicações, ganhando, com isso, títulos como o Prêmio Casa Grande & Senzala, outorgado pela Fundação Joaquim Nabuco e o Prêmio Jabuti[3] .

Prêmios [1] [editar | editar código-fonte]

  • Prêmio Fundação Biblioteca Nacional 2009 pela obra Condessa de Barral;
  • Prêmio APCA 2008 pela obra O Príncipe Maldito;
  • Prêmio Themis CCJF (2004);
  • Prêmio Casa Grande e Senzala (2000);
  • Prêmio Personalidade Cultural do Ano (1998);
  • Prêmio Casa Grande e Senzala (1998);
  • Prêmio Manoel Bonfim (1998);
  • Prêmio da União Brasileira de Escritores (1998);
  • Prêmio Jabuti (1998) em duas categorias;
  • Prêmio do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Governo da França e da Organização dos Estados Americanos (1992);

Publicações[editar | editar código-fonte]

Lista de algumas publicações importantes da autora[4] :

  • O Castelo de Papel. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2013.
  • A Carne e o Sangue. A Imperatriz D. Leopoldina, D. Pedro I e Domitila, a Marquesa de Santos. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2012.
  • Histórias Íntimas. Sexualidade e Erotismo na História do Brasil. São Paulo: Editora Planeta, 2011.
  • Matar para não morrer. A morte de Euclides da Cunha e a noite sem fim de Dilermando de Assis. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.
  • Condessa de Barral, a paixão do Imperador. Rio de Janeiro: Objetiva, 2008.
  • O príncipe maldito. Rio de Janeiro: Objetiva, 2007.
  • História do Amor no Brasil. São Paulo: Contexto, 2005.
  • História das mulheres no Brasil. São Paulo: Contexto, 1997.
  • Festas e utopias no Brasil colonial. São Paulo: Brasiliense, 1994.
  • História da Criança no Brasil. São Paulo: Contexto, 1991.

Referências

  1. a b Página da Cultura - Acesso em 22 de fevereiro de 2011.
  2. Academia Brasileira de Letras - Acesso em 22 de fevereiro de 2011.
  3. Editora Contexto - Acesso em 22 de fevereiro de 2011.
  4. Informações bibliográficas junto de entrevista na Revista de História da Biblioteca Nacional (Brasil) - Acesso em 23 de fevereiro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]