Massacre de Candaar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Massacre de Kandahar)
Ir para: navegação, pesquisa
O presidente dos Estados Unidos Barack Obama conversa com o líder afegão Hamid Karzai após o massacre.

O massacre de Candaar ou de Candar ocorreu na manhã de 11 de março de 2012, quando um sargento do exército dos Estados Unidos deixou sua base aproximadamente às 3:00 da madrugada (hora local), e supostamente matou pelo menos dezesseis civis, incluindo nove crianças, deixando outros cinco civis feridos nas aldeias de Alkozai e Najeeban, na província de Candaar, no Afeganistão. As autoridades norte-americanas afirmaram que o atirador agiu sozinho. Os feridos foram levados para um hospital militar afim de receber tratamento. O soldado de uma Stryker Brigade com sede na McChord Air Force Base também é acusado de queimar alguns dos cadáveres das vítimas. Ele está sob a custódia dos EUA desde o dia do tiroteio, mas as autoridades não divulgaram seu nome. A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, classificou o episódio como "espantoso e inexplicável".[1]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.