Mata-Utu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mata-Utu
Matāʻutu
apelido/alcunha(s) Wallisiano
Localização de Mata-Utu em Wallis e Futuna
Localização de Mata-Utu em Wallis e Futuna
Localização de Mata-Utu na ilha de Wallis
Localização de Mata-Utu na ilha de Wallis
13° 16' 54" S 176° 10' 25" O
País  França
Coletividade
de ultramar
Flag of France.svg Wallis e Futuna
Reino tradicional Uvéa
Ilha Wallis
Distrito Hahake
Altitude 9 m (30 pés)
População (21/07/2008)[1]
 - Total 1 126
Fuso horário UTC (UTC+12)
Código postal 98600
Código de área +681
Código INSEE da Comuna 98613
Línguas francês, wallisiano
Religião Católica 99%
Distâncias 480 km a Apia
789 km a Suva
16.043 km a Paris

Mata-Utu ou Matāʻutu é a capital da coletividade ultramarina francesa de Wallis e Futuna. Está localizada no centro da costa leste da ilha de Wallis, que corresponde ao reino tradicional (em francês: royaumes coutumiers) de Uvéa, do qual é a capital. É também a capital de Hahake, um dos três distritos de Uvéa (Wallis). Possui uma população de 1.126 habitantes (censo de 21 de julho de 2008[1] ).

Características[editar | editar código-fonte]

O centro da cidade é dominado pela catedral de Mata-Utu (em francês: Cathédrale Notre-Dame-de-l'Assomption de Matâ'Utu) (declarada como monumento nacional francês). Em suas proximidades se encontra, junto a vários restaurantes, hotéis e o correio, o palácio do rei de Uvéa (um dos três reinos tradicionais em que se divide a coletividade ultramarina francesa de Wallis e Futuna). A pouca distância também se encontra o posto de polícia, um centro comercial, um hospital e o estádio de Mata-utu.[2]

Nas imediações de Mata-Utu, existem dois pequenos sítios arqueológicos de importância considerável: Talietumu e Tonga Toto.

Demografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o último censo realizado em 21 de julho de 2008,[1] a cidade possui 1.126 habitantes.

Como se pode observar no primeiro quadro abaixo, mais especificamente nos quatro últimos censos efetuados, a variação da população durante 18 anos (1990 a 2008), foi negativa, queda de 8,02%. Apesar da população ter crescido em 54 habitantes (4,75%) entre os censos de 1996 e 2003, ela voltou a cair em 67 habitantes (5,63%) entre os censos de 2003 e 2008. Esta redução da população ocorre porque muitos habitantes de Wallis e Futuna migram para Nova Caledônia, Polinésia Francesa ou para a própria França metropolitana em busca de oportunidades de emprego, econômicas e culturais que nunca poderiam possuir na ilha. Se calcula que só em Nouméa vivam mais de 17.000 habitantes wallisianos.

Evolução demográfica de Mata-Utu[1]
Ano 1976 1983 1990 1996 2003 2008
População 558 815 1.222 1.137 1.191 1.126
População total de Mata-Utu por sexo e idade [3]
Faixa de idades 0-9 anos 10-19 anos 20-29 anos 30-39 anos 40-49 anos 50-59 anos 60-69 anos 70-79 anos 80-89 anos 90 anos ou + totais
Homens 127 111 57 67 71 51 32 15 4 0 535
Mulheres 111 126 78 94 66 59 31 17 9 0 591
Totais 238 237 135 161 137 110 63 32 13 0 1.126

Idade média da população: homens 28,7 anos; mulheres 29,9 anos

Residências[editar | editar código-fonte]

No censo de 2008 foram computadas 1.098 pessoas habitando 244 residências, o que corresponde a 4,5 pessoas por residência em média. Estas 244 residências estão divididas da seguinte forma, segundo sua posse:[4]

  • 213 eram proprietários;
  • 15 eram locatários de uma habitação vazia;
  • 1 eram sublocatários de uma habitação vazia;
  • 6 eram locatários ou sublocatários de uma habitação mobiliada;
  • 9 residiam gratuitamente.
Número de residências e número de pessoas por residência em Mata-Utu[5]
N° de pessoas 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 a 14 15 ou + totais
Residências 15 47 47 30 31 22 13 18 13 8 0 244

Atividades e empregos[editar | editar código-fonte]

Na data da realização do censo de 2008, dos 1.126 habitantes, 798 possuíam 14 anos ou mais, destes: 358 estavam trabalhando; 4 possuíam trabalhos sazonais; 130 eram alunos/estudantes; 1 estava criando um negócio próprio; 62 eram aposentados; 137 eram donas de casa, e 68 representavam outros tipos de inativos.[6]

Dos 362 que possuíam algum tipo de atividade laboral, 1 era agricultor; 1 era pescador; 22 eram artesões, comerciantes ou empresários; 33 eram executivos; 87 possuíam profissões intermediárias; 119 eram empregados e 99 eram trabalhadores operários.[7]

Idiomas[editar | editar código-fonte]

os idiomas oficiais são wallisiano e o francês.

Na data da realização do censo de 2008, dos 1.126 habitantes, 798 possuíam 14 anos ou mais, destes:

Religião[editar | editar código-fonte]

Na cidade, igualmente ao restante das ilhas, a religião dominante é a católica (99% da população), existem também pequenos grupos que praticam religiões indígenas e tribais.

Grupos étnicos[editar | editar código-fonte]

Os habitantes da cidade e da ilha são em sua grande maioria de origem polinésia, sendo que os conquistadores tonganeses também deixaram suas marcas na população, em sua cultura e tradições.[9]

Cultura[editar | editar código-fonte]

A cultura da cidade é dominantemente polinésia, como se pode notar nas músicas. Pode se apreciar também uma dança de origem tonganesa chamada kailao, usada como dança simbólica de guerra.[10]

Economia[editar | editar código-fonte]

Wallis e Futuna é bastante dependente do apoio financeiro francês. O governo francês financia diretamente muitos serviços, tais como saúde, educação e administração pública, além de uma subvenção anual para equilibrar o orçamento.

A atividade econômica local é essencialmente limitada a agricultura tradicional de subsistência, pesca e criação de alguns animais (principalmente suínos). Mesmo assim, o território não produz alimentos suficientes para satisfazer a demanda local - produtos alimentares representam cerca de um terço das importações. Os materiais de construção também estão entre os principais itens importados. Por ser a sede da administração de Wallis e Futuna, do reino de Uvéa e do distrito de Hahake, Mata-Utu possui boa parte de sua população empregada no setor público. Alguns recursos são obtidos através de remessas de parentes que migraram para Nova Caledônia em busca de trabalho.[11] Outras atividades importantes em Mata-Utu são o turismo e o artesanato.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O centro da cidade está situado na costa leste da ilha de Wallis, a uma altitude de 9 metros acima do no mar. Tem uma população de 1.126 habitantes, segundo o censo realizado em 21 de junho de 2008. Os idiomas oficiais tanto da cidade quanto do país, são o wallisiano e o francês.

Tomasi Kulimoetoke II, 50º rei de Uvéa

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima tanto na cidade como no restante da ilha pode ser classificado como tropical quente e úmido, com temperaturas sempre acima dos 18°C. As temperaturas atingem em torno de 28°C durante todo o ano, e podem ficar um pouco mais elevadas no verão, mas raramente ultrapassam 35°C. Ventos alísios de sudeste para leste trazem brisas refrescantes ao final da tarde e início da noite, durante todo o ano. A temporada de chuvas tropicais vai de novembro a fevereiro, coincidindo com os meses quentes de verão. O inverno vai de abril a setembro, no entanto, não existem diferenças significativas na temperatura, em geral, as temperaturas entre abril e setembro são apenas ligeiramente mais frias do que as de novembro a fevereiro.[12] Chove em média 3.000 mm por ano em Mata-Utu com 80% de humidade.

Tufões podem, eventualmente, atingir a ilha a partir de finais de janeiro a meados de março. No entanto, estas tempestades geralmente não costumam ser perigosas.

Datos climáticos de Mata-Utu
Temperatura
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Media Total
Máxima temperatura registrada °C (°F) 33 (93) 33 (92) 33 (94) 34 (92) 33 (92) 33 (92) 35 (95) 31 (89) 32 (90) 31 (89) 33 (92) 33 (93)
Temperatura mádia-alta °C (°F) 30 (87) 30 (87) 30 (87) 30 (86) 29 (85) 28 (84) 28 (83) 28 (83) 29 (85) 29 (85) 30 (86) 30 (86) 29 (85)
Temperatura média °C (°F) 27 (81) 27 (81) 27 (81) 27 (81) 27 (81) 26 (79) 26 (79) 26 (79) 26 (79) 27 (81) 27 (81) 27 (81) 27 (81)
Temperatura média-baixa °C (°F) 24 (76) 24 (76) 24 (76) 24 (76) 24 (76) 24 (76) 23 (75) 23 (75) 23 (75) 24 (76) 24 (76) 24 (76) 24 (76)
Mínima temperatura registrada °C (°F) 20 (69) 21 (70) 20 (69) 20 (68) 18 (66) 18 (65) 17 (64) 17 (64) 17 (63) 19 (67) 20 (68) 20 (68)
Precipitações
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Total
Mm totais 331 (13) 316 (12.5) 345 (13.6) 271 (10.7) 238 (9.4) 169 (6.7) 181 (7.1) 147 (5.8) 178 (7) 303 (11.9) 290 (11.4) 329 (12.9) 3099 (122)
Weatherbase.com Mata-Utu, Wallis and Futuna (em inglês). Página visitada em 10 de janeiro de 2010.

Eventos recentes[editar | editar código-fonte]

Flora e fauna[editar | editar código-fonte]

Mata-Utu e a ilha em geral está rodeada por uma lagoa delimitada por um cinturão de recifes de coral, contando com uma importante fauna marinha de corais e peixes tropicais.

Na fauna existe uma espécie endêmica de lagarto, além de uma grande variedade de aves que habitam a ilha.

A flora, é composta fundamentalmente de coqueiros e árvores de fruta-pão, tanto na vila quanto no resto da ilha.

Lista de espécies[editar | editar código-fonte]

Coruja-das-torres, uma das numerosas espécies de aves que se encontram tanto na ilha quanto ao redor de Mata-Utu

Entretenimento[editar | editar código-fonte]

Apesar de ser uma cidade com população pouco superior aos 1000 habitantes, Mata-Utu concentra uma variedade de opções de entretenimento que pode ser encontrada por toda a cidade. Teatros modernos e tradicionais, cinema, bares com karaoke, discotecas, pistas de boliche e uma abundância de opções de compras proporcionam lazer para os moradores e principalmente aos turistas que visitam a ilha durante todo o ano. O número de galerias de arte exibindo a arte dos nativos tem subido rapidamente nos últimos anos. A influência da arte francesa também é notável entre a cultura e a arte local.

Artesanato[editar | editar código-fonte]

A cidade possui inúmeras feiras de artesanato polinésio. As peças de artesanato são feitas, em sua maioria, por matérias-primas encontradas em vilas e comunidades próximas de Mata-Utu. Os materiais usados são madeira, raízes de árvores, cipós, palhas, sementes, fibras naturais e penas artificiais. Grande parte desse artesanato é vendido e encontrado nas comunidades locais, nas feiras da cidade e no centro cultural da cidade.

Cultura e sociedade[editar | editar código-fonte]

Locais de interesse[editar | editar código-fonte]

Mata-Utu lembra uma aldeia, exceto por sua maciça catedral e por seu palácio.

  • a catedral de Mata-Utu (em francês: Cathédrale Notre-Dame-de-l'Assomption de Matâ'Utu), declarada monumento nacional francês, é uma igreja católica feita de pedra azul vulcânica cortada a mão, possui duas torres, também de pedra, com vista para o cais, entre as torres existe uma cruz de malta, a mesma que aparece na bandeira do reino de Uvéa;[16]
  • o palácio do rei, grande mas não ostentoso, está localizado ao lado da Catedral, é o principal local de reunião dos chefes da ilha.[17]

Locais de interesse nas proximidades:

Ruínas de Talietumu
  • o sítio arqueológico de Tonga Toto, localizado próximo ao lago Lalolalo, apresenta vestígios de uma antiga fortaleza tonganesa do século XV;
  • o sítio arqueológico de Talietumu ou Kolo Nui, localizado 9 km ao sul da cidade, composto de uma fortaleza construída no século XV, na época do domínio de Tonga;
  • a Igreja de São José, a mais mais antiga da ilha, situada no povoado de Mala'efo'ou, 8 km ao sul da cidade. O interior da igreja é bastante decorado com cenas bíblicas e afrescos de peixes e conchas que lembram os motivos das tapas (telas tradicionais);
  • a Igreja do Sagrado Coração, localizada no povoado de Faga'uvea, 5 km ao sul da cidade. Esta igreja, construída em 1991, conta com uma arquitetura surpreendente, que recria a forma de um farol.

Outros locais na cidade:

  • Estádio de Mata-Utu: é um estádio multiuso, atualmente é usado principalmente para partidas de futebol. Possui capacidade para 1.000 pessoas;[18]
  • Banco Wallis e Futuna (BWF): o único banco da ilha, localizado no shopping center Fenuarama;[19]
  • Assembléia Territorial: Sede do poder legislativo de Wallis e Futuna. A assembléia é unicameral, composta por 20 membros eleitos por voto popular para um mandato de 5 anos.[20]

Feriados e celebrações[editar | editar código-fonte]

Os feriados públicos são:

A maiores celebrações do ano ocorrem em 28 de abril, dia de Pedro Chanel, e 14 de julho, dia da Queda da Bastilha. o Dia do Território, 29 de julho, também é marcado por danças tradicionais e corrida de canoas. O distrito de Hahake, onde se localiza Mata-Utu, tem seu próprio feriado em 15 de agosto.[21]

Cidade irmã[editar | editar código-fonte]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Transporte[editar | editar código-fonte]

Não existe transporte público em Mata-Utu e em toda a ilha.

O aeroporto de Hihifo (WLS) é o único da ilha de Wallis, está localizado 5,6 km ao norte de Mata-Utu. A Aircalin (Aircalin - Air Caledonie International) é a única companhia aérea que opera neste aeroporto, voando para a ilha Futuna, ilha Nadi em Fiji e Nouméa em Nova Caledônia.[22] O aeroporto está localizado a 24 metros de altitude e possui duas pistas pavimentadas de 2.100 metros.[23]

Em Mata-Utu está localizado o único porto da ilha de Wallis, porém, não há serviços de balsas nem navios de cruzeiro para a ilha. Iates raramente visitam a ilha.[19] O porto é usado basicamente para transporte de cargas.[24]

Saúde[editar | editar código-fonte]

Em Mata-Utu se localiza o único hospital da ilha, que possui salas de tratamento de emergência. Vítimas de doenças graves ou acidentes têm de ser levadas de avião para Nova Caledônia e Austrália.[19] O hospital possui 60 leitos e o atendimento é gratuito.[25]

Nenhuma doença tropical é relatada nas ilhas e nenhuma vacinação é necessária para entrar no território. Os surtos de dengue têm sido relatados, mas esta doença não costuma causar complicações.[25]

Esporte[editar | editar código-fonte]

Futebol[editar | editar código-fonte]

A Ligue de Football de Wallis et Futune (Liga de Futebol Wallis e Futuna) (LFWF), comanda o futebol no território, que é divido em três comitês, são eles: O "Comitê do Reino Uvéa" composto por 15 clubes, o "Comitê do Reino de Alo" com 5 clubes e o "Comitê do Reino de Sigave" com 10 clubes. Existem 3 times de Matu-Utu vinculados ao Comitê do Reino Uvéa: "Kolesio", "Lomipeau" e "Matautu". Os principais jogos são realizados no Estádio de Mata-Utu, com capacidade para 1.000 espectadores.[26]

Personagens destacados[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Populations légales de Wallis et Futuna (XLS) (em francês) INSEE. Página visitada em 11 de janeiro de 2010.
  2. Google maps Brasil - Mata-Utu. Página visitada em 10 de janeiro de 2010.
  3. Population totale selon le sexe et l'âge décennal par village de résidence (XLS) (em francês) INSEE. Página visitada em 11 de janeiro de 2010.
  4. Résidences principales selon le statut d'occupation par village (XLS) (em francês) INSEE. Página visitada em 11 de janeiro de 2010.
  5. Nombre de ménages ordinaires selon le nombre de personnes du ménage et le village de résidence (XLS) (em francês) INSEE. Página visitada em 11 de janeiro de 2010.
  6. Population née avant le 21/07/1994 selon la situation d'activité par village de résidence (XLS) (em francês) INSEE. Página visitada em 11 de janeiro de 2010.
  7. Actifs occupés nés avant le 21/07/1994 selon le sexe et la catégorie socioprofessionnelle par village de résidence (Ensemble) (XLS) (em francês) INSEE. Página visitada em 11 de janeiro de 2010.
  8. Population selon le sexe, la connaissance d'une langue polynésienne et par village de résidence (XLS) (em francês) INSEE. Página visitada em 11 de janeiro de 2010.
  9. People of Wallis and Futuna (em inglês) Maps of World.com. Página visitada em 16 de janeiro de 2010.
  10. Arts, Culture and Music of Wallis and Futuna (em inglês) Maps of World.com. Página visitada em 16 de janeiro de 2010.
  11. Wallis & Futuna Country Brief - June 2009 (em inglês) Australian Government - Department of Foreign Affairs and Trade. Página visitada em 16 de janeiro de 2010.
  12. Futuna and Wallis (em inglês) WeatherOnline. Página visitada em 11 de janeiro de 2010.
  13. Encyclopedia Britannica (em inglês). Página visitada em 13 de janeiro de 2010.
  14. King Tomasi Kulimoetoke II (em inglês) The Independent. Página visitada em 13 de janeiro de 2010.
  15. Encyclopedia Britannica (em inglês). Página visitada em 13 de janeiro de 2010.
  16. Uvea / Wallis (Wallis and Futuna) (em inglês) FOTW Flags Of The World website. Página visitada em 11 de janeiro de 2010.
  17. Wallis and Futuna Guide (em inglês). Página visitada em 11 de janeiro de 2010.
  18. Stade de Mata-Utu (em português) Show de Bola - Enciclopédia do Futebol Mundial. Página visitada em 15 de janeiro de 2010.
  19. a b c Wallis and Futuna (em inglês) Pacific Islands Network. Página visitada em 12 de janeiro de 2010.
  20. Wallis and Futuna's Government (em inglês) TravelBlog. Página visitada em 13 de janeiro de 2010.
  21. Public Holidays and Festivals (em inglês) Moon Handbooks South Pacific by David Stanley. Página visitada em 16 de janeiro de 2010.
  22. Mata-Utu (em inglês) Travellerspoint. Página visitada em 12 de janeiro de 2010.
  23. Service d'information aéronautique (PDF) (em francês). Página visitada em 12 de janeiro de 2010.
  24. Economie - Wallis et Futuna (em francês) L'Outre-Mer. Página visitada em 16 de janeiro de 2010.
  25. a b Société - Wallis et Futuna (em francês). Página visitada em 16 de janeiro de 2010.
  26. Futebol nas ilhas Wallis e Futuna (em português) Fernando Amaral FC. Página visitada em 16 de janeiro de 2010.
  27. Tomasi Kulimoetoke II (em inglês) Encyclopedia Britannica. Página visitada em 12 de janeiro de 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da França é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.