Matilde I, Condessa de Bolonha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Matilde I
Rainha Consorte da Inglaterra
Período 22 de dezembro de 1135
a 3 de maio de 1152
Coroação 22 de março de 1136
Predecessora Adeliza de Lovaina
Sucessora Leonor da Aquitânia
Condessa de Bolonha
Período 1125
a 25 de dezembro de 1146
Predecessor Eustácio III
Sucessor Eustácio IV
Marido Estêvão de Inglaterra
Descendência
Balduíno de Blois
Eustácio IV, Conde de Bolonha
Matilde de Blois
Guilherme I, Conde de Bolonha
Maria, Condessa de Bolonha
Casa Bolonha
Pai Eustácio III, Conde de Bolonha
Mãe Maria da Escócia
Nascimento c. 1105
Bolonha-sobre-o-Mar, França
Morte 2 de maio de 1152 (47 anos)
Castelo de Hedingham, Hedingham, Essex, Inglaterra
Enterro Abadia de Faversham, Kent, Inglaterra

Matilde I (Bolonha-sobre-o-Mar, c. 1105 – Hedingham, 3 de maio de 1152) foi a esposa do rei Estêvão e rainha consorte do Reino da Inglaterra de 1135 até sua morte. Também foi Condessa de Bolonha por direito próprio de 1125 a 1146.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Matilde foi a filha única de Eustácio III, Conde de Bolonha, e Maria da Escócia. Em 1125, ela se casou com Estêvão de Blois, filho de Estêvão II, conde de Blois, e de Adela da Normandia.

Quando o pai de Matilde abdicou do condado e se retirou para um mosteiro no ano de seu casamento, a grande honra de Estêvão na Inglaterra foi juntada com Bolonha e o igualmente grande feudo inglês que Matilde herdou, e o casal se tornou co-governantes de Bolonha.

À morte do rei Henrique I da Inglaterra, em 1135, Estêvão zarpou para a Inglaterra, tomando vantagem dos portos bolonheses mais próximos, e foi coroado rei, derrotando sua rival, a imperatriz Matilde. A condessa de Bolonha estava nos últimos meses de gestação e atravessou o Canal da Mancha depois de dar a luz a um menino, Eustácio, o qual suceder-lhe-ia como conde. Matilde foi coroada rainha na Páscoa, em 22 de março de 1136.

Na guerra civil que se seguiu, conhecida como a Anarquia, Matilde provou ser o maior amparo de Estêvão. Depois que ele foi capturado na Batalha de Lincoln, Matilde reuniu os partidários do rei e formou um exército com a ajuda de Guilherme de Ypres, o lugar-tenente-mor de Estêvão. A imperatriz estava assediando a irmã de Estêvão, Henrique de Blois, bispo de Winchester, mas Matilde, por sua vez, passou a assediá-la, dispersando-a e capturando seu meio-irmão e maior amparo, Roberto, conde de Gloucester.

Matilde governou Bolonha junto com seu esposo até 1150, quando passou a governar sozinha até 1151. Naquele ano, o condado foi passado para seu filho Eustácio e, quando este morreu, em 1153, seu filho sobrevivente Guilherme I herdou-o, seguido de sua filha Maria, em 1159.

Matilde morreu de uma febre, com cerca de 47 anos, no Castelo de Hedingham, em Essex, e seu corpo foi sepultado na Abadia de Feversham, a qual foi fundada por seu esposo.

Filhos[editar | editar código-fonte]

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Matilde I, Condessa de Bolonha
Casa de Bolonha
c. 1105 – 3 de maio de 1152
Precedida por
Adeliza de Lovaina
Rainha Consorte da Inglaterra
22 de dezembro de 1135 – 3 de maio de 1152
Sucedida por
Leonor da Aquitânia
Precedida por
Eustácio III
Condessa de Bolonha
1125 – 25 de dezembro de 1146
com Estêvão
Sucedida por
Eustácio IV