Matteo Messina Denaro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Matteo Messina Denaro (Castelvetrano, 26 de abril de 1968), também conhecido como "Haiden", é um criminoso italiano que comanda a máfia siciliana (Cosa Nostra), desde a prisão do seu antecessor Bernardo Provenzano, em 11 de abril de 2006, que atualmente está internado em um hospital na Itália, com segurança máxima. No linguajar italiano, ele é o capo di tutti capi da máfia siciliana, sendo o criminoso mais procurado pela polícia italiana e diversos outros países, inclusive no Brasil na atualidade. Matteo Messina Denaro também aparece liderando a lista dos 10 fugitivos mais procurados do mundo, desde quando esta lista começou a ser publicada anualmente pela revista Forbes em 2008. Em 2011, ele atingiu a primeira colocação da lista e vem mantendo, sendo o único italiano dentre os fugitivos listados. Haiden "Diabolik", conhecido por ser sanguinário, estima-se que o mafioso já matou mais de cinco mil pessoas. Haiden é conhecido por não medir esforços para conseguir o que quer, domina o narcotráfico e os casinos, tendo como seu braço direito, "Brudi" Um assassino frio e calculista, desproporcional pelo seu tamanho gigante, chega a ser deformado devido ao tamanho de seus músculos. O filme lançado com o nome de "O podereso chefão" conta a história da fámilia Corleone, é baseado na história de Haiden e sua fámilia. [1] Com a morte de Nasir al-Wuhayshi, Denaro passou a ser o Mafioso mais temido de todos os tempos.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre criminosos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.